>
Arquivos

Arquivo para

26ª Crônica

26ª Crônica Mestre das reflexões Certa ocasião, viajando pelo interior do Estado de Minas Gerais, coisa que fazia com regularidade, cumprindo programa de visitas aos clientes da empresa na qual trabalhava. Lembro-me que almoçara, maravilhosamente, numa pensão à margem da estrada, que servia comida caseira – não dava pra resistir à boa refeição mineira, feita … Continuar lendo

25ª Crônica

25ª Crônica Reflexões na sentina Na privada, infalivelmente, todo preguiçoso faz força e todo valente se caga – diz a sabedoria popular. Sabichões e sabichonas têm conhecimento que o vaso sanitário é a peça mais importante do GPL (Gabinete Português de Leitura) ou do banheiro, como queiram. O vaso sanitário não é qualquer objeto côncavo … Continuar lendo

24ª Crônica

24ª Crônica O Devasso – 4ª e última parte A expectativa era geral. Tudo indicava que a manifestação seria um sucesso, não fosse um carro de som que passou no meio da multidão anunciando um festival Funk na praia de Itaparica com direito a gratuidade de duas latas de cerveja, para quem fosse acompanhado, independente … Continuar lendo

23ª Crônica

23ª Crônica O Devasso – 3ª parte Os ponteiros do relógio marcavam 21h30min. O acotovelamento era nítido, todos se tocavam com os cotovelos. Segundo estimativas, cerca de 540 pessoas se encontravam no pátio da 7ª Etapa – foram levar o seu apoio e solidariedade à viúva do 301. Os manifestantes não paravam de chegar. Por … Continuar lendo

22ª Crônica

22ª Crônica O Devasso – 2ª parte O apaziguador do apartamento 101 manifestou o que pensa: – Olha que coisa interessante; vizinhos que nunca se falaram agora estão se falando. Pelo menos a pobre coitada da fudiona serviu para unir as pessoas. O aposentado do 202 deu o ar da sua graça: – Cada mulher, … Continuar lendo

21ª Crônica

21ª Crônica O Devasso – 1ª parte O Bucolismo, o clima campestre, a tranquilidade, a paz e até certa monotonia se destacaram até então no Condomínio Village de Itaparica – 7ª Etapa, aqui em Vila Velha, ES, segundo os seus moradores mais antigos. Contudo, esta rotina fastidiosa – de acordo com a opinião dos mais … Continuar lendo

A outra face

A outra face O Naturismo é agregador, uma comunidade, um conjunto de pessoas que vivem em comum. Significa, acima de tudo, uma sociedade construída por capital humano. Para conviver nesta sociedade os seus membros ficam sujeitos às mesmas leis, de modo que as relações habituais de pessoas precisam ser respaldadas num objetivo comum, seja de … Continuar lendo

Eu me permito

Eu me permito Imagine uma praia naturista ser transformada em monastério, repleto de cenobitas, vivendo austeramente. Não, não dá pra presumir. Como não dá pra conceber outro recanto naturista qualquer, onde a prática esportiva fosse monitorada, sob os olhos de uma pessoa encarregada de admoestar sobre a observância de estatutos rígidos, de dar avisos constantes … Continuar lendo

Aceitação, e não imposição

Aceitação, e não imposição Um fato tem causado certo frenesi na sociedade naturista nos últimos tempos: As mulheres, na sua maioria, não estão aderindo ao Nudismo, na plenitude que se deseja, conforme preceitua a prática filosófica. Isso vem provocando naturais questionamentos sobre as regras de conduta e não há como fugir das comparações comportamentais entre … Continuar lendo

O alvo é o lucro

O alvo é o lucro Estava revirando uns arquivos velhos quando encontrei um pedaço de jornal, também velho, onde se lia a manchete “O alvo é o lucro”, matéria editada pelo jornal O Globo, Rio de Janeiro, quinta-feira, 12 de setembro de 2003, página 6, de autoria da professora Cleusa Santos. Li novamente o texto … Continuar lendo

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se aos outros seguidores de 161