>
Arquivos

augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.
augustoavlis tem escrito 828 posts para Opinião sem Fronteiras

Swing

Swing Swing é uma versão sofisticada dos tradicionais bacanais e surubas – orgias coletivas que todo mundo gostaria de participar, estando ou não no seu período de fertilidade. Permite-se o uso de brinquedos eróticos artificiais. Swing é o ato de casais (casados legalmente ou não) trocarem seus parceiros entre si para fazerem sexo presencial, ou … Continuar lendo

Intervenção militar no Rio de Janeiro

Intervenção militar no Rio de Janeiro Não sei se é pra rir ou pra chorar. É melhor rir. Serei cômico pra não ser trágico. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Merecemos. Os políticos estão no poder da República porque o povo os colocou lá. E agora José? Chorar o leite derramado, ou ficar em meio ao fogo cruzado e pedir … Continuar lendo

Cobranças indevidas

Cobranças indevidas Faz algum tempo, por email, um leitor me enviou o relato abaixo, que bem explicita a corrosão das relações comerciais entre fornecedor e consumidor. Um fato real que não deixa dúvidas pelas provas apresentadas, que corroboram uma teoria: O mercado, onde os agentes atuam e interagem motivados por algum tipo de interesse, está … Continuar lendo

Portas e janelas abertas

Portas e janelas abertas “Jäsenen blogi opiniaosemfronteiras” – um amigo finlandês me perguntou isso durante nossa tradicional caminhada no calçadão da praia de Coqueiral de Itaparica, aqui em Vila Velha, Espírito Santo. Traduzindo ao pé da letra: “E sobre o Blog opiniaosemfronteiras.com.br?”. Com a ajuda de uma tradutora (sua esposa) eu consegui dar o meu … Continuar lendo

Estou de volta

Estou de volta Duzentos e vinte e dois dias. Esse é o tempo que fiquei “ausente”, digamos, fora do ar. Afastei-me temporariamente, muito embora os 222 dias deem a impressão de um “Adeus” definitivo. Jamais abandonaria o meu Blog (último artigo publicado foi em 30/06/2017, de título “Brasil inconsertável – 19ª parte”) e, sobretudo, os … Continuar lendo

Brasil inconsertável – 19ª parte

Brasil inconsertável – 19ª parte Os jornais eletrônicos desta quarta-feira, 28/06/2017, deram a notícia: “Renan Calheiros renuncia à liderança do PMDB no Senado”. Continuam as manchetes: “A saída do comando da bancada se dá após o peemedebista discutir asperamente com o líder do governo na Casa, senador Romero Jucá (PMDB-RR)”. Tal anúncio foi dado pelo … Continuar lendo

O corporativismo das quadrilhas

O corporativismo das quadrilhas Do primeiro parágrafo do artigo de minha autoria, sob o título “O foco é salvar a própria pele”, publicado aqui no meu Blog, destaco: “Será que cada partido político é chefiado por um grande chefe de quadrilha? O grau de periculosidade da quadrilha depende de vários fatores, o principal deles é … Continuar lendo

O foco é salvar a própria pele

O foco é salvar a própria pele A frase de Joesley Batista não me sai da cabeça. “Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil”. Isso virou capa da revista Veja. Será mesmo que o presidente Michel Temer é o chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil? Será que ele é apenas mais … Continuar lendo

Padrões morais

Padrões morais Parece que as reuniões furtivas realizadas na calada da noite e, sobretudo, fora da agenda oficial do governo, são os estimulantes preferidos do presidente Michel Temer. Na noite desta terça-feira, 27/06/2017, o denunciado Temer, na boa companhia de dois dos seus ministros, Moreira Franco (Secretaria Geral) e Eliseu Padilha (Casa Civil), foi jantar … Continuar lendo

Vaccari, o homem do dinheiro

Vaccari, o homem do dinheiro Para refrescar memórias, eu colo matéria de VEJA.com/VEJA, escrita há dois anos por Robson Bonin, em 27 de junho de 2015, 09h36min. Leia abaixo. O tesoureiro do PT e a República do pixuleco Era essa a palavra que, por pudor, vergonha, ou puro despiste, João Vaccari Neto usava para se … Continuar lendo

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 152 outros seguidores

Anúncios