>
Arquivos

A corrupção é dever de ofício do político brasileiro

Esta tag está associada a 5 posts

Julgamento do Mensalão – Os corruptos continuam tecendo

Na representação protocolada por partidos da oposição (PSDB, DEM e PPS) junto à PGR – Procuradoria Geral da República, na última quarta-feira, 12/12/2012, os seus líderes pedem que Lula seja investigado em função das denúncias feitas por Marcos Valério que o aponta diretamente como o “avalista” do esquema criminoso do Mensalão, que desviou recursos públicos … Continuar lendo

Julgamento do Mensalão – “Dia D”

Brasília, segunda-feira, 10 de dezembro de 2012, “Dia D” para o Supremo Tribunal Federal. Nesta 52ª sessão terá de decidir em votação do colegiado se os deputados federais condenados na Ação Penal nº 470, processo do Mensalão, serão cassados imediatamente. Um dia decisivo que pode selar o julgamento, ou ratifica a força da Suprema Corte … Continuar lendo

Julgamento do Mensalão – Os cães ladram… E a caravana passa

Sexta-feira, 23 de novembro de 2.012, cidade de Osasco/SP, base eleitoral do deputado federal João Paulo Cunha. Na presença de cerca de mil militantes do PT, dirigentes do partido e deputados da legenda promoveram um ato de desagravo aos réus condenados na Ação Penal nº 470, José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e João Paulo … Continuar lendo

Julgamento do Mensalão – Sentenças / 10ª parte – Condenados

“Função universal de suporte da glória, do poder, da manifestação da grandeza humana e das Instituições. É um lugar de concentração de poder de quem nele se assenta (CHEVALIER; GHEERBRANT, 2.002, p. 911)”. ______ Supremo Tribunal Federal, sessão de quarta-feira, 21 de novembro de 2.012, sob a presidência interina do Ministro relator Joaquim Barbosa (cuja … Continuar lendo

Julgamento do Mensalão – O crime veste ‘Prada’

Os maiores criminosos brasileiros são sofisticados de berço, gostam de usar marcas famosas e caras, ostentam poder, nariz empinado, posam para a sociedade como homens prósperos,  castos e afortunados, vendem imagem, inspiram confiança. Não importa se os crimes que cometeram, e continuam, são meramente políticos, financeiros, tributários, administrativos, sociais, ou mesmo contra a vida humana. … Continuar lendo

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 163 outros seguidores