>
Arquivos

Arquivo para

“Nós não somos um bando de pelados!”

“Nós não somos um bando de pelados!” Quem disse isso, com a maior segurança, foi uma senhora (67) que se considera “Naturista” com letra maiúscula, ou melhor, qualifica-se como “Natussauro” – uma mistura de Naturista com dinossauro, para representar que ela é antiga na prática nudista. Desse modo, arvora-se no direito de falar o que … Continuar lendo

Oração do Nudista

Eu sou a natureza, a essência da vida, que contemplo e preservo. Eu sou a liberdade, plena e irrestrita. Eu sou o ar que respiro, a água que bebo, a terra que piso, o fogo que aquece. Eu sou o amigo que recebe, que acolhe, que integra. Eu sou a pegada na areia que a … Continuar lendo

O mundo que queremos.

O mundo que queremos. Dentre tantas opções no universo Deus resolveu justamente me colocar aqui neste planetinha sem importância, tirando-me a chance de escolha enquanto espírito era. Mas, não pretendo abandoná-lo para me aventurar por outros mundos – vá que eu encontre um planeta inferior pior que o nosso, sem chance de voltar! O “Todo-poderoso”, … Continuar lendo

O país que adora a nudez pública.

O país que adora a nudez pública. Por: Krystin Arneson – BBC Travel. Sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021 (10h58min). O histórico de nudez pública na Alemanha levou a uma mente mais aberta em relação ao corpo. Depois de quatro anos morando em Berlim, aprendi a abraçar certos costumes alemães, como a abordagem mais casual … Continuar lendo

Sua majestade, a bola.

Sua majestade, a bola. Se a bola pudesse falar, o que ela diria? A princípio, falaria o seguinte: “Parem de me bater, porque eu não sou mulher de malandro, que gosta de apanhar!”. Vamos, então, imaginar que a bola tivesse realmente a faculdade de se comunicar com os amantes do futebol, torcedores e aqueles que … Continuar lendo

COVID-19 – Profecias em ato único.

COVID-19 – Profecias em ato único. Eis que dos Céus descerá a escuridão. Da semeadura da morte haverá colheita de corpos, que serão lançados nas fornalhas. Espíritos vagarão; os sobreviventes praguejarão. A fé desaparecerá no momento de a salvação ser impossível. Sedentos por água os homens beberão sangue; na dor da fome comerão carniça, e … Continuar lendo

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 160 outros seguidores