>
Você está lendo...
Religião

Sinais das Sete Trombetas – Sexta Trombeta

titulo

anjos

“As Sete Trombetas ou ‘Trombetas Apocalípticas’ serão tocadas, uma por vez, para eventos de fila apocalípticos que foram vistos na visão da revelação de Jesus Cristo, para João, como está escrito no Livro do Apocalipse do Novo Testamento. As sete trombetas serão tocadas por sete anjos e os eventos que se seguem são descritos em detalhes a partir de Apocalipse, Capítulos de 8 a 11. De acordo com Apocalipse 8:1-2, os anjos começarão a soar trombetas após a quebra do 7º Selo. Esses sete selos garantiram o documento apocalíptico, que estava na mão direita daquele que está sentado no Trono principal”.

Sexta Trombeta

O som da sexta trombeta é o “segundo ai”. E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do altar de ouro, que estava diante de Deus, a qual dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta os quatro anjos, que estão presos junto ao grande rio Eufrates, e foram soltos os quatro anjos, que estavam preparados para a hora, e dia, e mês, e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens, e o número dos exércitos dos cavaleiros era de duzentos milhões; e ouvi o número deles, e assim vi os cavalos nesta visão; e os que sobre eles cavalgavam tinham couraças de fogo, e de jacinto, e de enxofre; e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e de suas bocas saía fogo, fumaça e enxofre. Por estes três foi morta a terça parte dos homens, isto é, pelo fogo, pela fumaça, e pelo enxofre, que saíam das suas bocas. Porque o poder dos cavalos está na sua boca e nas suas caudas. Porquanto as suas caudas são semelhantes a serpentes, e têm cabeças, e com elas danificam, e os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demônios, e os ídolos de ouro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar, e não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem dos seus furtos. (Apocalipse 9:13-21).

Cinco meses e oito dias, este foi o tempo em que São Celestino V permaneceu como Papa, eleito em 05 de julho de 1294 e fim do pontificado em 13 de dezembro de 1294. Nasceu em 1215, batizado com o nome de Pietro Angeleri, também conhecido como Pietro da Morrone (viveu por longo tempo como eremita numa caverna do Monte Morrone, por isso teria motivado o seu segundo nome), e morreu no ano de 1296. Foi o 192º Papa da Igreja Católica, sucedendo Nicolau IV. O Conclave que elegeu São Celestino V demorou cerca de dois anos para acabar em função das constantes interrupções motivadas por uma epidemia de peste que assolou a Europa, inclusive vitimando um dos Cardeais – apenas 12 participaram do Conclave. Segundo registros, Celestino V, por ter distúrbios de caráter, era extremamente submisso pela deficiência intelectual, portanto, totalmente desajustado para o cargo de Papa. Foi “forçado” a renunciar em 13 de dezembro de 1294 antes de ser consagrado, sobretudo por pressões do Cardeal Benedicto Caetani. Onze dias após a sua abdicação, foi eleito o seu sucessor e, por incrível que pareça, fazia parte da família “Caetani”. Este novo Papa recebeu o nome de Bonifácio VIII, que ordenou o recolhimento de Celestino V a uma vida de reclusão. Celestino V viveu por mais dois anos naquela condição e, embora a história não tenha deixado provas cabais, há suspeição que fora assassinado (envenenado) por ordem direta de Bonifácio VIII. Este foi o único precedente da renúncia de um Papa.

Eis o mistério da fé. “Este é o meu corpo. Este é o cálice do meu sangue”. Consagrados o pão e o vinho, operou-se o “Mistério da Consubstanciação”, porque o pão e o vinho se mantiveram inalterados, de sorte que continuam sendo pão e vinho, simplesmente. As aparências continuam, mas a realidade é outra – Celestino V renunciou e foi assassinado. A Santa Igreja Católica canta com Santo Tomás: Sob diversas espécies, sinais exteriores apenas, ocultam-se realidades sublimes. O pão é carne, o vinho é sangue, todavia, debaixo de cada uma das espécies, está Cristo totalmente – aguardando novas almas subirem aos céus!

bento XVIQuarta-feira de Cinzas (que abre a Quaresma), 13 de fevereiro de 2013. O Papa Bento XVI rezou na Basílica de São Pedro (Estado do Vaticano) a sua “última grande missa”, durante a qual deixou revelar a forte emoção que sentiu com o carinho demonstrado pelos fiéis católicos. Trechos da missa:

“Muitas vezes esse rosto aparece desfigurado. […] Penso em particular nos atentados contra a unidade da Igreja e nas divisões no corpo eclesiástico. É preciso viver a Quaresma de uma maneira intensa, superando individualismos e rivalidades. […] Jesus denunciou a hipocrisia religiosa, o comportamento de que buscam o aplauso e a aprovação do público”.

“O verdadeiro discípulo não serve a si mesmo ou ao público, mas a seu Senhor, de maneira singela, simples e generosa. […] O testemunho do cristão será mais incisivo quanto menos busque a glória”.  

“As circunstâncias sugeriram que nos reunamos em torno do túmulo de São Pedro para pedir pela Igreja neste particular momento, renovando nossa fé em Cristo. Para mim é a ocasião para agradecer a todos quando me disponho a concluir meu Ministério e para lhes pedir que me tenham em suas preces”.

Papa Bento XVI

Leitura recomendada:

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 152 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: