>
Você está lendo...
Fatos em Foco

COVID-19 – Décima quarta parte

COVID-19 – Décima quarta parte

“Mutantes vagarão pelas ruas vazias; almas em silêncio os acompanharão – das cumeeiras uivos contínuos de dor e tristeza são ouvidos como anunciação. O Purgatório foi instalado no planeta Terra em caráter duradouro, lugar para o pagamento de penitências. Arrependimento ou remorso pelos seus erros cometidos os homens dificilmente terão. O maldito vírus veio pra ficar, chegou para assombrar os homens, portanto, permanecerá entre nós por tempo indefinido. Outras mutações da espécie humana surgirão porque os homens estão merecendo o castigo. O Coronavírus é um estado de purificação ainda em vida”.

Augusto Avlis

BBC News Brasil – 07 de fevereiro de 2020. “Coronavírus: morte de médico, que havia tentado avisar sobre vírus, causa revolta e protestos na China. Qual foi a reação pública?”.  Segue a matéria.

Um desastre político épico. Análise de Stephen McDonell, BBC News, Pequim. A morte do médico Li Wenliang foi um momento de desolação para este país. Para a liderança chinesa, é um desastre político épico. O caso revela os piores aspectos do sistema de comando e controle do governo da China, sob liderança de Xi Jinping, — e o Partido Comunista teria que ser cego para não ver. Se a resposta para uma emergência de saúde perigosa é a polícia perseguir o médico que tenta denunciar o caso, então sua estrutura está obviamente destroçada. O prefeito da cidade disse, como desculpa, que precisava de autorização para divulgar informações críticas que todo o povo chinês tinha direito a receber. Agora, os marqueteiros e censores vão tentar encontrar uma maneira de convencer 1,4 bilhão de pessoas de que a morte do médico Li Wenliang não é um exemplo claro da limitação da capacidade do partido de gerenciar uma emergência — enquanto a abertura pode salvar vidas, e a restrição pode matar. O povo chinês vai precisar ser convencido”.

Eu acho que o povo chinês já foi convencido, caso contrário sofreria as consequências. O vírus surgiu em dezembro de 2019 na cidade chinesa de Wuhan. Nesse intervalo de praticamente um ano nada aconteceu em represália ao regime comunista de Xi Jinping, senão poucas pressões externas por parte de países não alinhados ideologicamente. O povo chinês, 1,4 bilhão no final de 2019, está irremediavelmente refém do comunismo, sob qual sistema o silêncio e a subserviência são procedimentos de sobrevivência.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 998 artigos publicados em 16 Categorias. Boa leitura.

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 161 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: