>
Você está lendo...
Fatos em Foco

COVID-19 – Décima primeira parte

COVID-19 – Décima primeira parte

“Cães famintos uivarão à luz do dia anunciando a chegada da Besta – montada num cavalo de fogo. Surgirão pessoas dizendo-se possuídas de espíritos de luz, de entidades escatológicas; outras afirmando a reencarnação de vidas passadas, como as de médicos responsáveis por experiências macabras. Seja como for, a crença em curas milagrosas diminuirá o medo da morte, contudo, a Besta fará o seu trabalho e os cães alimentar-se-ão. O divino não se manifestará!

Augusto Avlis

BBC News Brasil – 07 de fevereiro de 2020. “Coronavírus: morte de médico, que havia tentado avisar sobre vírus, causa revolta e protestos na China. O médico Li Wenliang publicou nas redes sociais uma foto na cama do hospital”. Segue a matéria.

A morte do médico chinês que tentou alertar sobre o surto de coronavírus provocou uma onda sem precedentes de revolta e indignação popular na China. Li Wenliang morreu após contrair o novo vírus enquanto atendia pacientes na cidade de Wuhan, epicentro do surto da doença. Em dezembro do ano passado, ele enviou uma mensagem aos colegas médicos alertando sobre um vírus com sintomas semelhantes ao da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês) — outro coronavírus mortal. Mas foi orientado pela polícia a “parar de fazer comentários falsos” e foi investigado por “espalhar boatos”. A princípio, a notícia da morte dele foi recebida com pesar na rede social chinesa Weibo, mas o sentimento de luto logo se transformou em revolta. Já havia acusações contra o governo de subestimar a gravidade do vírus — e de, inicialmente, tentar mantê-lo em segredo. A morte de Wenliang alimentou ainda mais essa sensação, desencadeando um debate sobre a falta de liberdade de expressão na China. O departamento anticorrupção do país afirmou agora que vai abrir uma investigação sobre “questões envolvendo o médico Li Wenliang”. O governo chinês já havia admitido “falhas e deficiências” em sua resposta ao vírus, que já matou 636 pessoas e infectou 31.161 na China continental. De acordo com o site chinês Pear Video, a esposa de Wenliang está grávida e deve dar à luz em junho.

O Novo Coronavírus mudou radicalmente a forma de viver das pessoas no mundo inteiro – que não será o mesmo. A descoberta de uma vacina eficaz para o combate ao vírus não será suficiente para o resgate da tranquilidade e da normalidade. O “novo normal” se mostra anormal para os nossos padrões de convivência. Quem permanecerá vivo terá o pânico como modus vivendi; coexistir em paz uma incerteza. Qual e quando surgirá um vírus mais mortal para o extermínio de parte da humanidade? O próximo poderoso vírus terá a sua “fuga” facilitada por algum laboratório? Será trazido do espaço por algum meteoro?

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 980 artigos publicados em 16 Categorias. Boa leitura.

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se aos outros seguidores de 159

%d blogueiros gostam disto: