>
Você está lendo...
Política

Reboco esfarelado

Reboco esfarelado

Estamos perdendo as boas referências. O Poder – e nele se inserem todas as Instituições do país – promove rotineiramente injustiças através das suas decisões incoerentes, intempestivas e carregadas de politização; compromete-se com organizações criminosas como se fosse ato de ofício. O resultado é a desestabilização das bases sociais, provocando profundas rupturas na ordem pública. Tenho dito que os maus exemplos são os maiores e eficazes incentivadores da população desinformada, sobretudo quando os seus autores são vistos por ela como ícones da moralidade, como líderes santificados e como salvadores da pátria – uma nação manchada pela desordem e pelo atraso; terreno fértil preferido dos maus políticos, que se nutrem da dita ignorância assistida.

Lula foi esculpido com o pior dos barros – reboco esfarelado pela falta de cimento. Adepto do populismo barato, Lula conseguiu transformar um ato jurídico-policial em showmício. Saiu-se relativamente bem, e o Brasil, reconhecidamente, detém a pecha de circo dos horrores. Nas últimas 48 horas, da noite de quinta-feira, 05, até a noite deste sábado, 07, assistimos a cenas lamentáveis e deploráveis. O palco estava montado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Perguntas que não querem calar: Por que a Polícia Federal não prendeu Lula as 06h01min deste sábado, não dando a ele a chance de reler o script da peça teatral? A quem interessava uma possível guerra campal entre os militantes petistas e a Polícia Federal? Quem lucraria com o banho de sangue? Quem estava por trás das articulações dolosas?

A missa em homenagem ao 68º aniversário da ex-primeira-dama, Marisa Letícia Lula da Silva, foi um engodo. Uma celebração com ar de misericórdia. As palavras do religioso sequer foram ouvidas. Um fato importante a destacar, a ausência dos filhos do Lula neste momento crucial da sua vida. A guerra familiar causada pelo inventário de dona Marisa Letícia provavelmente foi o motivo, de modo que os herdeiros não chegaram a um acordo com relação a divisão dos bens por ela deixados. O dinheiro falando mais alto do que o drama vivido por Lula. Enteado de Lula, Marcos Cláudio Lula da Silva é filho de dona Marisa com seu primeiro marido, um taxista, que foi assassinado em um campo de futebol. Marcos, sentindo-se prejudicado na partilha, entrou em conflito com os demais irmãos, Fábio Luís Lula da Silva, também conhecido como Lulinha, Luís Cláudio Lula da Silva e Sandro Luís Lula da Silva, esses três filhos de dona Marisa e Lula. Os restos mortais da ex-primeira-dama do “Brasil dividido” devem estar dando voltas no caixão – e a sua alma não está descansando em paz, ainda mais agora com a prisão do ex-metalúrgico de nove dedos, o “nine”.

Lula, patético, pôs em xeque o Judiciário, desqualificou a Polícia Federal, sublevou as massas, chamou a atenção para si, fez o que quis, ganhou tempo, explorou politicamente a sua prisão. Deixou sequelas no processo democrático. A pseuda democracia que um dia defendeu como um cachorro que defende um pedaço de osso tirado da lata de lixo. Apostamos no absurdo e ganhamos a aposta. Merecemos. Se Lula não fizesse o que fez não seria o Lula. Repito, Lula soube explorar politicamente o evento da sua prisão – antes um “preso político” pela Ditadura Militar, e agora, um “político preso” pela democracia que engatinha e suja fraldas.

O seu discurso de improviso não convenceu, senão os militantes petistas acometidos pela catarse coletiva. Contudo, sua fala foi milimetricamente pensada desde a última quinta-feira, 05/04/2018, quando procurou refúgio no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, local onde tudo começou para Lula. Lula não precisou da ajuda de marqueteiros ou de assessores especiais. Sem herdeiros para os quais transferir a sua saga, Lula tentou resgatar o PT rebelde do passado, numa narrativa agressiva, fazendo um chamamento para a continuação da luta por um ideal imaginário. Hoje a realidade é outra e daqui a pouco tempo o líder sindical cairá na armadilha do ostracismo. A reflexão é sempre mais importante quando se perde a liberdade.

Lula tem os seus próprios dogmas nos quais acredita piamente independente da condição e/ou defeito moral. Nos próximos dias veremos uma guerra de recursos jurídicos impetrados pela defesa do ex-presidente (hoje preso) junto aos tribunais superiores, pressionados por “forças ocultas” que surgem da escuridão dos palácios. Atos protelatórios que nos levarão a crer que a prisão imediata após condenação em segundo grau de Justiça (segunda Instância recursal) é a única saída para o problema. De todo modo, é público e notório que a Justiça brasileira é lenta, não consegue acompanhar os passos de um bicho preguiça (Folivora). Por outro lado, um fato intrigante, que desperta a curiosidade e que nos leva a perguntar: Com que dinheiro são pagos os elevadíssimos honorários dos advogados de defesa desses políticos poderosos? Será dinheiro sujo provindo da corrupção? A resposta é SIM.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 850 artigos publicados em 16 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 157 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: