>
Você está lendo...
Fatos em Foco

Acabada a ressaca

Acabada a ressaca

Acabada a ressaca, aos poucos voltamos à realidade. O ano de 2017 enterrou de vez 2016, mas já deu sinais que exumará tristes fatos, será palco de acontecimentos horrendos e de desgraças anunciadas. Não precisamos ser magos para prevermos o presente e o futuro – um simples olhar para as estrelas revelará as previsões.

Sessenta detentos morreram no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (COMPAJ), localizado em Manaus, capital do Estado do Amazonas, em razão de um violento confronto entre duas facções criminosas (PCC – Primeiro Comando da Capital, originário de São Paulo, e a FDN – Família do Norte, uma facção do Amazonas) que durou 16 horas deste último domingo, 01. Um massacre sem precedentes verificado em ambiente carcerário no Brasil, onde os próprios presos mataram outros internos; muitos dos quais foram decapitados com requintes de selvageria, deixando um rio de sangue e um forte cheiro de substância ferrosa. Numa segunda estatística as autoridades reduziram o número de vítimas fatais para 56, o que em nada diminui a extrema gravidade da situação.

Na passagem do ano um terrorista ligado ao Estado Islâmico matou 39 pessoas e feriu outras 69 na boate Reina, localizada no Distrito de Ortakoy, Istambul, Turquia. Na madrugada deste último domingo, 01 de janeiro de 2017 (20h30 de sábado, 31, em Brasília), cerca de 500 pessoas celebravam o Réveillon quando foram surpreendidas pelo atirador solitário que, antes de invadir a boate matou a tiros um policial e um civil, e ao fugir deixou pra trás a metralhadora usada no atentado – pelo menos 300 tiros foram disparados dentro daquela casa noturna, que é uma das principais de Istambul.

O vendedor ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, foi brutal e covardemente espancado até a morte por dois homens na noite de Natal, domingo, 25/12, por volta das 20h50, dentro da Estação Pedro II do Metrô de São Paulo. Segundo testemunhas, os dois criminosos estavam urinando no jardim fora da Estação do Metrô quando foram chamados a atenção por um morador de rua supostamente homossexual; eles não gostaram e começaram agredi-lo. Luiz Carlos Ruas saiu em sua defesa, houve discussão e Ruas correu para o interior do Metrô sendo alcançado pelos criminosos que lhe desferiram vários golpes com soco inglês e pisadas na cabeça. Ruas foi socorrido com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos. Esse é mais um caso de homicídio qualificado entre tantos que lotam as páginas policiais do país. Frios assassinos continuarão agindo em 2017 sob o olhar desatento das autoridades.

Terremoto de magnitude 4,7 na escala Richter sacudiu cidades dos Estados do Maranhão e do Piauí na manhã de ontem, terça-feira, 03 de janeiro, por volta das 09h45. O tremor de terra, considerado de média potência, teve o seu epicentro registrado pelo Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) entre as cidades de Vargem Grande e Belágua, distantes 180 km da capital São Luís – MA. Na cidade de Teresina, capital do Piauí, a terra também tremeu. Não foram registradas mortes e maiores danos materiais, somente pânico geral na população dos locais atingidos. Deus ainda é brasileiro – resta saber até quando.

Em Campinas, Estado de São Paulo, um homem matou a tiros 12 pessoas de uma mesma família, entre as quais a sua ex-mulher e o filho de apenas oito anos, depois de invadir a casa onde se encontravam na festa de Réveillon. Depois de cometer o bárbaro crime o homem se suicidou.

Um incêndio provocado deixou três mortos e 16 pessoas feridas em clínica particular de reabilitação na cidade de Mairiporã, na região da Grande São Paulo. O fato aconteceu na madrugada desta terça-feira, 03 de janeiro de 2017. No momento do incêndio 108 pessoas encontravam-se na clínica. De acordo relato do Corpo de Bombeiros, houve uma rebelião entre os internos da clínica, dando origem ao fogo, que se iniciou num quarto onde várias pessoas estavam. Dos 16 feridos 10 continuam internados no PS de Mairiporã com queimaduras de 2º grau.

Incêndio destrói 200 casas e deixa famílias desabrigadas em Santos, litoral de São Paulo. O fato aconteceu na favela Caminho de São Sebastião, no bairro Rádio Clube, na zona noroeste de Santos, por volta das 21 horas de segunda-feira, 02, estendendo-se pela madrugada desta terça-feira, 03. Várias pessoas passaram mal depois de inalarem fumaça, destas, quatro permanecem internadas. A desgraça não foi maior porque Deus ainda é brasileiro – resta saber até quando.

O presidente Michel Temer (PMDB-SP) disse que 2017 será o “Ano das Reformas”. Esquece ele que a principal reforma a fazer seria a “Reforma de Consciências”, seguida de uma limpeza geral no mundo político, sobretudo no Congresso Nacional, onde 70% (ou mais) dos deputados e senadores estão, de alguma forma, envolvidos com corrupção. Como políticos corruptos podem legislar livremente no Brasil? A bem da moralidade pública os seus atos deveriam ser anulados, porque jamais foram isentos, porque nunca foram tomados sem que houvesse por trás interesses pessoais em jogo. A delação premiada da Odebrecht provocará uma ruptura das Instituições e, dependendo dos desdobramentos da Operação Lava-Jato, poderá acontecer uma “intervenção branca” por parte das Forças Armadas – uma previsão sombria, mas, há quem diga ser indispensável.

Essa é uma pequena mostra do que será 2017. Não se trata, portanto, de uma questão de mero pessimismo, apenas uma realidade presumível e irreversível. A intolerância prevalecerá, as injustiças aumentarão, o terror provocará mais vítimas pelo mundo, a corrupção tentará sobreviver em meio aos escândalos, a paz cada vez mais distante.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 756 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: