>
Você está lendo...
Sexo

Recordes Sexuais! 3º – A ejaculação mais longa

Recordes Sexuais!

3º – A ejaculação mais longa

Segundo o Site “AreaH”, o jato de sêmen de Horst Schultz alcançou 6 m de distância. Ele também bateu o recorde de altura (3,65 m) e velocidade (68,2 km/h). Com esse desempenho, não dá nem pra imaginar aonde os espermatozóides vão parar quando Schultz está na partida pra valer com uma gatinha!

Quem quiser saber mais detalhes sobre o Superman Horst Schultz basta acessar a Internet. Agora vou me limitar a comentar estes julgados recordes sexuais, distância, altura, velocidade. Em primeiro lugar eu gostaria de conhecer os aparelhos mecânicos que mediram estas façanhas olímpicas, além de rever as imagens – naturalmente a ejaculação foi gravada, caso contrário não entraria no Livro das Sacanagens. Suponho que os espermatozóides usaram máscara de oxigênio; a lei da física mostra que os bichinhos não conseguiriam respirar estando na velocidade de 68,2 km/h.

A informação está incompleta. O que teria estimulado tamanha força? Uma punheta demorada, um boquete feito por uma desdentada, um consolo enfiado no CU? Quando se toca (ou bate) uma punheta apertando o cacete, e na hora de gozar você abre a mão, a tendência é que o esperma voe como um alegre colibri. Uma chupada feita por uma banguela também tem efeito devastador, no momento da viagem dos espermatozóides assassinados. Para aqueles que aceitam um objeto roliço enfiado no CU (nada contra), na hora da putaria, experimentarão uma extraordinária sensação quando gozarem, e, dependendo do número de espasmos, a primeira cuspida pode atingir velocidade supersônica. Uma colocação: quem nunca enfiou um dedo (ou mais) ensaboado dentro do CU (tobas) na hora do banho, definitivamente, não sabe o que está perdendo! Vale a tentativa. Depois me conte.

“Com esse desempenho, não dá nem pra imaginar aonde os espermatozóides vão parar quando Schultz está na partida pra valer com uma gatinha!” Eu imagino. Se Horst Schultz gozar dentro da xoxota de uma mulher, considerando como verdadeiros os tais recordes, certamente ele a matará. A causa (e modo) da morte da infeliz será rompimento dos órgãos internos. Todos. Agora, caso o “todo poderoso” Horst Schultz resolva comer o seu (dela) CU, existe a probabilidade da coitada ser projetada à frente e bater com a cabeça na parede. Gozar na boca nem pensar, porque na autópsia seria impossível a análise da arcada dentária.

Distância, altura e velocidade da gozada são recordes que eu já quebrei, faz tempo, até porque não tenho problemas de ereção nem de ejaculação precoce. Graças a Deus. Lógico que, para quebrar os recordes do falastrão do Horst Schultz, eu precisei da ajuda de uma puta amiga, que topa tudo sem piscar os olhos. O nome dela é Wanessa, não aquela ofendida pelo Rafinha Bastos, tampouco a Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). Como em todo campeonato você tem que treinar bastante. Foi isso que eu fiz, batendo punhetas (não sei precisar quantas) para medir a intensidade da força com que os meus abundantes espermatozóides eram expelidos. Lembro-me, como se fosse hoje, que numa dessas bronhas eu cheguei a arrancar um azulejo da parede do banheiro quando o esperma foi lançado na sua direção. A ejaculação que consegue arrancar os azulejos da parede do banheiro (pode ser também da cozinha, ou da área de serviço), esta sim, é a mais forte de todas. Dica importante: jamais pense na sua mãe na hora da sacanagem.

Voltando ao assunto, contei com a prestimosa ajuda da puta, perdão, da amiga Wanessa. Sabia que Wanessinha expelia o catarro a mais de 10 (dez) metros de distância, por isso, depois de gozar na sua boca (dela) pedi que dessa vez não engolisse a porra e sim a cuspisse, de modo que registrei a distância de 11,5 metros. Pra que fazer força? Pensando na economia de força pedi a Wanessa que fosse comigo à cobertura do meu apartamento (20º andar) e lá de cima me tocasse uma punheta porque eu queria ver o esperma caindo ao sabor dos ventos, não me importando em quais cabeças. Considerando a altura de 03 (três) metros de um andar para o outro, então temos 60 metros de altura. De baixo para cima ou de cima para baixo é mero detalhe operacional. Lúcia foi outra puta amiga, ou melhor, amiga puta, que gostava de chupar o meu pau enquanto dirigia o carro. Confesso a vocês que eu nunca vi uma boqueteira tão eficiente quanto Lúcia. Só que tinha um probleminha, ela não engolia a gala, de jeito nenhum. Num desses passeios de final de semana, de 15 em 15 dias, na companhia de Lucinha, tive a oportunidade de quebrar o recorde na categoria velocidade da gozada. Ao perceber que iria gozar abundantemente na sua (dela) boca, a vagabunda da Lúcia abriu a porta do carro no momento certo. Moral da história, a porra saiu com tanta velocidade que ultrapassou um carro que me cortava a 100 km por hora. O Horst Schultz ainda tem muito que aprender. Nota: Vocês viram o meu respeito pelo CU? Usei “caixa alta” quando me referia a ele!

Nota de rodapé: O “AreaH” é um especializado Site masculino que aborda assuntos de interesse dos homens como Consumo, Relacionamento, Carreira, Viagem, Estilo, Saúde, Motores, Esportes, Entretenimento, Comportamento, Celebridades. Para aqueles que se consideram “homens de direito” temas como Mulheres, Sexo, Tendências, Dinheiro e Carros também podem ser apreciados no contexto geral. Gostei do Site e o recomendo. O “AreaH” selecionou recordes sexuais, a meu sentir, determinados contos desafiaram as leis da natureza, outros nem tanto, e alguns “feitos” põem em dúvida as confissões dos seus autores. Sexo é vida, prazer, a conquista do infinito, não obstante, ainda é uma incógnita, um mundo a ser descoberto, a busca incessante da plenitude. Os envolvidos podem conhecer o Céu como o Inferno ao mesmo tempo. Cada um dos recordes, especificamente, será objeto de artigo comentado. No contraponto, apresentarei os recordes com a minha assinatura de autoria, cujas provas materiais estão sob a guarda das parceiras eventuais. Jamais construa provas contra você se a sua companheira (ou seu companheiro) for viva!

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 737 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

 

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 157 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: