>
Você está lendo...
Política

Voltei…

Voltei…

Cheguei no tempo! Aqui é o meu lugar passageiro, onde me encontro nos desencontros, nas divergências. Definitivamente, não dá para abandoná-lo – o espaço – pra sempre, ainda que estimulado a fazê-lo de vez em quando, de rompante, por isso, regressei ao ponto de partida escolhido. De todo modo, agora não há espaço para arrependimentos baratos, só considerar o que é julgado certo (menos errado) e, objetivamente, o lado prático das coisas – se houver. É curioso que a gente ainda pensa dessa forma, após achar que dominamos racionalmente tudo.

O período de ausência foi bom em quase todos os aspectos – faz hoje, domingo, 02 de outubro de 2016, exatos 08 meses que coloquei os pés na estrada. Não dei notícias minhas ou de quem quer que fosse identificado estranho; não revelei onde eu estava, o que fazia, por onde andava, simplesmente optei por seguir roteiros incertos, quase improváveis. Fugi da cômoda mesmice, conheci novos lugares, pessoas diferentes, bem ou mal humoradas, informadas, desinformadas, inteligentes, burras na essência; tentei compreender a cultura dos outros para modificar a minha; gravei situações inusitadas para um arquivo morto.

Provavelmente, todas essas experiências vividas, aos borbotões, eu nunca me sirva delas porque daqui a pouco voltarei a ser o que era antes, porém, um pouco mais consciente que nada mudará segundo a vontade do homem. O mundo e as circunstâncias nos fazem desse modo. Novos fatos tomarão conta da memória; olhando pra frente constataremos que os horizontes paralelos ficarão pra trás. A paisagem, quanto mais distante, mais bonita de se apreciar; nesse caso os ângulos não interferem nos sentidos.

As readaptações são sempre difíceis. Assim como um pássaro que retorna ao ninho, ele percebe que as coisas não são iguais quando o deixou e, de repente, tudo parece ser um novo ambiente. Dificuldade ao colocar a chave na porta, correr pra abrir as janelas por necessidade de renovar o ar, ligar a máquina de lavar e nela jogar meia dúzia de panos que sobraram na mochila, tomar um banho de água fria e descer pra comer alguma coisa que não satisfaça no momento. O tênis surrado ao extremo deixei de lado, da mesma forma outros três pares que ficaram ao longo das estradas junto com o meu saco de dormir, mas ao alcance de alguém que deles mais precise.

Colocar as ideias em ordem será mais difícil. Não me perguntem por onde andei e o que fiz, ou deixei propositalmente de fazer; só sei que trouxe a minha cabeça física de volta para tornar a enchê-la com resenhas de notícias. Voltar uma página para acessar outra. É assim que funciona na primeira estação. Voltar a casa foi ação facilitada porque o bilhete da passagem terrestre não pode ser devolvido ao chefe de linha.

Deitei na cama fria sobre o velho lençol trocado há pouco para um cochilo de poucas horas. Sonhei com o meu notebook e acordei sem lembrar a senha. Com a ajuda dos espíritos do Rio São Francisco eu me recordei da combinação de números e letras. Coincidência ou não, ao abrir o meu Blog opiniaosemfronteiras.com.br lá estava a mensagem: “Resumo dos posts mais recentes. Já se passaram 08 meses desde que Castelo de cartas foi publicado. Este foi o desempenho do post até agora…”. Se voltar a escrever com a frequência de antes eu não sei. A única certeza que tenho é que nesse instante não consigo pensar em nada. Conforme disse, colocar as ideias em ordem será mais difícil, ainda mais que tomei conhecimento que hoje, domingo, 02 de outubro de 2016, ocorrem em todo o país as eleições municipais para prefeitos e vereadores. Infelizmente, pessoas desinformadas e burras na essência formam a maioria.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 716 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: