>
Você está lendo...
Política

O terrível ouro

O terrível ouro

Preso na Operação Lava-Jato, o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, apontado como chefe do “Clube das empreiteiras” – criado por mentes brilhantes para fraudar as licitações da Petrobras –, em delação premiada, detalhou os repasses milionários a campanhas eleitorais da presidente Dilma Rousseff (2014) e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2006), entre outras. Só em 2014 a UTC repassou R$ 55 milhões a campanhas políticas, dinheiro esse desviado dos cofres da Petrobras, dinheiro público, dinheiro dos brasileiros. Edinho Silva, atual ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, enquanto tesoureiro da campanha de reeleição de Dilma em 2014, perguntou ao empreiteiro Ricardo Pessoa: “Você tem obras na Petrobras? O senhor quer continuar tendo?”. Ricardo Pessoa entendeu que aquilo era um pedido formal de dinheiro para a campanha de Dilma Rousseff, prometendo pagar R$ 10 milhões, cujos detalhes foram acertados com um funcionário do Palácio do Planalto de nome Manoel de Araújo Sobrinho, que hoje, curiosamente, é o chefe de gabinete do ministro Edinho Silva. Aos poucos o lamaçal fétido toma conta do gabinete da presidente Dilma Rousseff e atinge níveis insuportáveis.

Eu nunca morri de amores pelo Lula, sempre o critiquei como pessoa e, sobretudo, como político. Lula, o semi-analfabeto, se destacou pelo oportunismo e pela sua capacidade de se comunicar com a massa menos favorecida intelectualmente. Lula escapou do Processo do Mensalão, Ação Penal 470, por cinco motivos: primeiro, como ele próprio falou, 300 picaretas habitavam o Congresso Nacional, que o viam como o novo Ali Babá; segundo, a Justiça estava comprometida com o sistema espúrio; terceiro, a imprensa investigativa se acovardou, assim como a oposição; quarto, Lula gozava do apoio do povo, pelo menos da base da pirâmide social considerada ignorante, sem formação política e totalmente dependente das benesses do Estado; quinto, Lula era presidente da República, intocável, eleito democraticamente. Agora vem o empreiteiro Ricardo Pessoa, dono da UTC, declarar que fez repasses de dinheiro à campanha de Lula em 2006 (reeleição), no montante de R$ 2,4 milhões, também dinheiro roubado da Petrobras – segundo Pessoa, pacotes de dinheiro vivo foram entregues ao comitê de campanha de Lula, com a intermediação do ex-tesoureiro José de Filippi Junior. Nada aconteceu, todos se calaram, não houve delação premiada. Lula, que de “Lulinha Paz e Amor” não tinha nada, mas que de ladrão tinha tudo, confiante no poder que tinha nas mãos. Como podemos observar, o Mensalão foi mero “Boi de piranha”, enquanto a Petrobras a grande boiada da corrupção. A maior estatal brasileira sendo assaltada pelos governos petistas há mais de uma década, por políticos que riram na cara do povo, confiantes na impunidade e na cumplicidade das Instituições igualmente corruptas – todos se locupletaram. Não existe, politicamente, pior cenário do que este. Numa segunda-feira, 30 de maio de 2005, há 10 anos, eu escrevi o artigo abaixo, de mesmo título – a história se repete, o filme é velho. Uma correção: a reeleição de Lula não foi complicada, foi comprada, porque o dinheiro roubado da Petrobras facilitou todos os caminhos.

O TERRÍVEL OURO. A matéria capitaneada pela manchete “Governo e oposição negam crise institucional com CPI” (Jornal A GAZETA, ES, 29/05/2005), me leva a acreditar justamente no contrário. A atual conjuntura de incertezas e dificuldades começou na posse de Lula em 1º de janeiro de 2003, e até hoje vem sendo administrada aos trambolhões. José Serra, que disputou o segundo turno das eleições com Lula disse em período de campanha: “A eleição de Lula seria o maior estelionato eleitoral desde Collor”. Entretanto, sejam quais forem essas “vantagens ilícitas”, elas estão se comprovando e o Governo federal, no decurso de 29 meses (de 01/01/2003 a 29/05/2005), acomodou-se às circunstâncias e tem ratificado a previsível tendência à contemporização. O PT, Partido dos Trapalhões, está vivendo um conflito de identidade – um choque de ideias –, e não há nenhum exagero nisso. São imprevisíveis os destinos da CPI dos Correios, mas, uma coisa é certa, os principais expoentes do PT, José Dirceu e José Genoino, não conseguem remar no mesmo sentido e se guiam pela bússola da execração. Mesmo amaldiçoada, a oposição prevê que Lula ficará à deriva, ao sabor das correntes, e tudo pode acontecer daqui pra frente. Na mesma matéria, o sociólogo e um dos fundadores do PT, Francisco de Oliveira (O Chico), não vê saída para o presidente Lula e o PT capaz de reduzir o desgaste político com a CPI dos Correios, e ainda antevê um término de governo medíocre e uma reeleição complicada. O Governo federal pode até usar o Orçamento Geral da União como moeda de barganha política, mas, é bom que se recorde da frase de Eça de Queiroz: “Onde aparece o ouro, o terrível ouro, imediatamente os homens em redor se entreolham com rancor e levam as mãos às facas”.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 666 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 157 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: