>
Você está lendo...
Política

Petrobras – Salve Jorge!

1São Jorge inspirou a Ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Maria Weber Candiota da Rosa (Rosa Weber), a matar, sozinha, o seu primeiro dragão. O feito foi realizado justamente na data em que se comemorou a morte do Santo Guerreiro, 23 de abril. Era noite de quarta-feira, quando Rosa Weber determinou que o Senado Federal instalasse uma CPI “exclusiva” para investigar as denúncias de irregularidades na Petrobras, atendendo ao pedido feito por senadores da oposição que defendiam uma Comissão Parlamentar de Inquérito distinta. Nela também seria alvo de investigações a compra da Refinaria americana de Pasadena, aprovada pelo Conselho de Administração da Petrobras, à época presidido por Dilma Rousseff. A negociação se deu no ano de 2006 com o pagamento de 50% da aludida refinaria, localizada na cidade do Texas, EUA, equivalente a US$ 360 milhões; mais tarde, a Petrobras adquiriu os outros 50% pagando um valor superior a US$ 1,2 bilhão, de modo que há fortes indícios de superfaturamento na transação, além do pagamento de propina a funcionários por agentes do governo brasileiro.

O presidente do TCU – Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, disse numa entrevista que, segundo investigação do Tribunal, houve sim irregularidades na compra da refinaria de Pasadena, o que causou prejuízos à Petrobras da ordem de US$ 792 milhões. Numa auditoria preliminar do TCU, detectou-se superfaturamento de R$ 243 milhões nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, proveniente de contratos fraudulentos. Outros processos que envolvem obras de refinarias com a bandeira da Petrobras estão na mira das auditorias do TCU, como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. A imprensa divulgou que o presidente do TCU, Augusto Nardes, deve deixar o cargo até o fim deste ano – os reais motivos não foram revelados, mas, presume-se que começou a feder para o governo federal quando a merda da Petrobras foi mexida e remexida pelo Tribunal de Contas da União. Até agora, segundo o TCU, o esquema de propinas na Petrobras passa de R$ 3 bilhões.

Evidentemente que os governistas fariam tudo que estivesse ao seu alcance para impedir a instalação de uma CPI em ano eleitoral. Por se tratar da maior empresa estatal brasileira, o tamanho do estrago seria incalculável e os prejuízos contabilizados na campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff. A tropa de choque do Palácio do Planalto tentou “melar” a CPI “exclusiva” da Petrobras, propondo ampliação do seu escopo com a inclusão de investigação de obras realizadas em Estados governados por Partidos Políticos da oposição e que estariam sob suspeita, como o Metrô de São Paulo. A rigor, uma atitude que comprova o contra-ataque desesperado de quem tem muito a perder com a história. A ministra Rosa Weber rejeitou a proposta: “Defiro em parte a liminar, sem prejuízo, por óbvio, da definição, no momento oportuno, pelo Plenário desta Suprema Corte”. Não satisfeitos, e com o “Cu na seringa”, os governistas entraram com dois recursos no Supremo Tribunal Federal; um impetrado pela senadora Ana Rita (PT-ES) e outro impetrado diretamente pelo presidente do Senado Federal, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que também não queria uma CPI “exclusiva” da Petrobras, porque está mais sujo do que pau de galinheiro. É óbvio que uma CPI ampla tiraria o foco das investigações.

A ministra Rosa Weber foi clara quando determinou que a CPI não teria “objeto alargado” e sim “objeto restrito”, como defendia a oposição, mesmo assim o PT foi ao Supremo Tribunal Federal tentar impedir a abertura da CPI da Petrobras no Senado. A belezoca senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR), ex-ministra-chefe da Casa Civil do Brasil no governo Dilma, entrou com um Mandado de Segurança junto ao STF para fazer prevalecer a vontade do governo. “É um Mandado de Segurança para suspender a CPI com base na questão de ordem, que embora ela tenha fatos determinados, não são correlatos. […] Queremos que o Supremo tenha todas as informações e base para decidir o que é um fato determinado e o que é um assunto correlato. […] Infelizmente as coisas ainda não estão esclarecidas em sua totalidade” – considerou Gleisi Hoffmann.

Entre outros, o nome do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) foi citado em depoimento pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, como um dos parlamentares que recebeu dinheiro desviado da Petrobras. A senadora Gleisi Helena Hoffmann (PT-PR) foi também citada em depoimento do doleiro Alberto Youssef ao Ministério Público Federal; segundo ele, teria dado R$ 1 milhão para sua campanha política ao Senado em 2010. Como podemos observar, justifica-se a atuação desses dois senadores da base aliada do governo com o objetivo de dificultar ao máximo a abertura da CPI da Petrobras – cada qual confessou o seu envolvimento no escândalo do Petrolão com as atitudes que tomaram. Quem deve teme! Impressionante como os governistas, sem o mínimo constrangimento, fazem manobras de todo tipo para impedir a instalação de Comissões Parlamentares de Inquérito no Congresso Nacional, sobretudo quando o “fato determinado” de apuração os atinge diretamente. Causas nacionais de grande impacto, que provoquem prejuízos nas eleições e desestabilizem o poder, geralmente são tratadas pelos “envolvidos” nos escândalos com a devida repulsa e com certo ódio – dessa forma cometem atos de objeção ao desenvolvimento dos trabalhos e à realização das investigações. Na verdade, quem tem o direito de sentir repugnância, aquela sensação de ojeriza, é o povo ao ver os ratos comendo dinheiro público com sofreguidão.

Lamentavelmente, o Supremo Tribunal Federal também foi aparelhado pelo PT, a instância maior da Justiça foi cooptada pelo governo federal, que nomeia os ministros segundo suas vontades e interesses. Vamos recordar. Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, foi preso pela Polícia Federal na quinta-feira, 20 de março de 2014, porque poderia ocultar ou mesmo destruir provas documentais que pudessem comprometê-lo ainda mais na Operação Lava Jato. O ministro Teori Zavascki, relator do processo do Petrolão, chegou a determinar a libertação de Paulo Roberto Costa através de liminar, suspendendo também todos os inquéritos que tivessem relação com a Operação Lava Jato e com as ações penais abertas na Justiça Federal do Estado do Paraná contra as pessoas investigadas, inclusive o doleiro Alberto Youssef – 24 horas depois de ter tomado esta decisão, Teori Zavascki recuou com certo constrangimento, recomendando as prisões do doleiro Alberto Youssef e de outros envolvidos. Para surpresa de todos, Paulo Roberto Costa permaneceu em liberdade, sendo reconduzido à cadeia em 11 de junho deste ano, porque havia risco iminente de fuga para o exterior. Assim como fez o publicitário Marcos Valério no Mensalão, Paulo Roberto Costa, no espaço de tempo que ficou solto, deve ter destruído importantes documentos que poderiam comprovar as suas futuras denúncias, ainda que sob delação premiada.

A próxima CPI da Petrobras que será instalada no Senado sangrará o governo federal. Perder sangue é o preço que o PT pagará pela sua arrogância política e auto-suficiência – sintomas sentidos por quem se coloca acima das Leis. Na política, todo mundo sabe dos desmandos na Estatal, dos desvios de dinheiro (o quantum desviado, para quem foi o dinheiro e para que finalidade), mas, o problema é que ninguém fala, até que uma CPI seja instaurada por aqueles que se sentiram prejudicados de alguma forma, ou que tenham outros interesses em jogo. Deste modo, tudo isso vem corroborar um pensamento meu há muito tempo defendido: “O Brasil político é uma gigantesca toca de ratos insaciáveis que vivem a cobiçar; alguns comem mais do que outros, os menores caem nas ratoeiras, enquanto as ratazanas de boa raça não param de reproduzir para garantir a preservação da espécie”.

Lula, o filho bastardo do Padim Ciço, escapou ileso do Mensalão I, que eclodiu no seu primeiro mandato como presidente da República, mas pode ser pego no Mensalão II que se comprova com o escândalo da Petrobras. Resta saber se o Supremo Tribunal Federal cumprirá o seu papel constitucional e acatará a denúncia, e quanto tempo levará para julgar o processo – arrisco um palpite: pelo número de réus e pela quantidade de dinheiro roubado, talvez leve de 15 a 20 anos, e aí papai, a D. Inês de Castro é morta, o Lula também estará – provavelmente Dilma Rousseff estará internada numa clínica para tratamento de doenças mentais.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 593 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

2 comentários sobre “Petrobras – Salve Jorge!

  1. Sabe aquele provérbio que diz o seguinte: Qdo os gatos saem, os ratos fazem a festa, Assim é o PT. O povo não aguentou ver tanta roubalheira, tanta corrupção, tanta falcatrua, que resolveu deixar pra lá, o que aconteceu? os ratos estão fazendo a festa. Vamos ver até onde vai a farra.Será que os partidos da oposição tem veneno suficiente para exterminar tanta ratazana?

    Publicado por Nair Santos | 12/11/2014, 23:26
    • A corrupção no Brasil é sistêmica e endêmica. Eu tenho dito isso nos meus artigos políticos. A corrupção é um câncer incurável, mas, alguma coisa tem que ser feita para diminui-la, desse modo eu acredito que isso é possível com investigação séria, levantamento dos fatos, identificação dos culpados e punição severa.

      Publicado por augustoavlis | 13/11/2014, 06:17

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 155 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: