>
Você está lendo...
Política

A ficha está caindo!

1A Petrobras se especializou na abertura de poços de corrupção, não de petróleo. Esta foi a marca deixada pelo governo petista nos últimos 12 anos, que acabou envolvendo a maior empresa estatal brasileira em negociatas orquestradas por políticos velhacos, trapaceiros. Com a deflagração da Operação Lava Jato pela Polícia Federal em 17 de março de 2014 as vísceras do PT voltam a ficar expostas depois do Mensalão. A cada depoimento do ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e do doleiro Alberto Youssef ao Ministério Público Federal e à própria PF, comprova-se a participação de políticos do PT e das legendas aliadas, PMDB e PP, na quadrilha que desviou R$ 10 bilhões (isso é o que se supõe de início, o valor pode ser bem superior) dos cofres da Petrobras – os esquemas de lavagem de dinheiro e da evasão de divisas para paraísos fiscais, por um grupo especializado no mercado clandestino de câmbio, obedeciam a rituais conhecidos. Com o avanço das investigações é possível se chegar à base do iceberg com a identificação de novos nomes no gigantesco esquema de propinas. É justamente isso que o governo federal teme, que imponentes figuras como Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Vana Rousseff, ambos presidentes do Brasil, sejam arrolados no processo do Petrolão como insinuou Alberto Youssef na terça-feira, 21/10, em seu depoimento à Polícia Federal de Curitiba. Youssef: “O Planalto sabia de tudo!”. Delegado: “Mas quem no Planalto?”. Youssef: “Lula e Dilma”.

Em que pese a abertura de inquérito pela Polícia Federal para apurar o vazamento de parte do depoimento do doleiro Alberto Youssef dado na terça-feira, 21 deste mês, sobretudo quando afirmou que Lula e Dilma sabiam dos escândalos da Petrobras, que deu munição à revista Veja para publicação de matéria explosiva dois dias depois, ficam claros alguns pontos dentro da curva: 1º. Não acredito que Youssef tenha sofrido pressão; 2º. Cai por terra o expediente empregado o tempo todo por Lula, e agora por Dilma, de que não sabia de nada; 3º. Haverá “pressão velada” para que realmente ocorra retificação no depoimento original de Alberto Youssef no que tange à citação de Lula e Dilma; 4º. A imprensa divulgou que um dos advogados de Youssef pediu para fazer uma retificação no seu depoimento, considerando uma nova versão: “Acreditava, pela dimensão do caso, que não teria como Lula e Dilma não saberem de tudo” – teria dito Alberto Youssef, e não acusado diretamente a ligação dos dois no Petrolão conforme a revista Veja publicou; 5º. Anteontem, quinta-feira, 30 de outubro, o advogado Antonio Figueiredo Basto negou categoricamente que ocorrera um segundo depoimento retificador do doleiro Alberto Youssef, no âmbito da delação premiada, após o concedido na terça-feira, 21/10, à Polícia Federal de Curitiba; 6º. A revista Veja não distorceu os fatos ao publicar que o doleiro Alberto Youssef afirmara em seu depoimento que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula sabiam dos desvios de dinheiro de obras da Petrobras para partidos políticos, inclusive para o PT, que ficava com a maior parte; 7º. Alguém quer tumultuar o processo; 8º. O PT, PMDB e PP estão atolados até o pescoço; 9º. Procuradores da Procuradoria Geral da República, delegados da Polícia Federal, agentes da PF e o advogado de defesa de Alberto Youssef (que fica sempre calado, não faz perguntas e somente confere documentos e assinaturas) estavam presentes na terça-feira, 21/10, na sede da Polícia Federal de Curitiba, fato que comprovaria o teor da delação; 10º. Não existiram novos depoimentos de Youssef a partir dessa data, bem como os seus advogados não se manifestaram sobre a questão, portanto, não houve retificação alguma; 11º. Há muitos interesses políticos em jogo, há muitos interesses econômicos envolvidos (corrupção branca) e gente graúda torcendo para que as investigações não dêem certo e não cheguem a lugar algum; 12º. Tudo leva a crer que tanto o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, como o doleiro Alberto Youssef, não passam de “sardinhas” no oceano de corrupção na estatal, de modo que o esquema era comandado de perto por quem estava muito acima deles, dos peixes pequenos – os responsáveis pela produção de lama na Petrobras são outros e a Justiça não pode ser novamente conivente a ponto de querer ocultá-los da metade consciente do Brasil, já que para a outra metade inconsciente do país o PT é inocente, não cometeu crimes e é vítima das intrigas da oposição.

O registro histórico não dá margem a dúvidas. Voltando no tempo, chegamos à segunda-feira, 13 de agosto de 2012. Da tribuna do Supremo Tribunal Federal o advogado Luiz Francisco Corrêa Barbosa, defensor do ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ) na Ação Penal 470, processo do Mensalão, considerou: “Eu digo, o presidente Lula não só sabia, como ordenou o encadeamento de tudo isso que essa Ação Penal escrutina. […] Deixaram o patrão de fora. Deixaram não, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, deixou. […] Os Projetos de Lei não são de interesse do governo, o governo é Leviatã. Vamos parar com esse negócio de governo, é interesse do presidente da República, o único com legitimidade para enviar os Projetos de Lei ao Congresso Nacional. […] Tudo isso aconteceu sob suas barbas e nada. Não só sabia como ordenou tudo isso”. Da Exordial ficaram de fora muitos criminosos, sobretudo o principal deles, Luiz Inácio Lula da Silva, que ordenou ao PT que administrasse os pagamentos sistemáticos aos parlamentares da base aliada para que votassem a favor dos projetos de interesse do Executivo no Congresso Nacional. Até os mortos sabiam do esquema de corrupção política, até então o maior que a República vivenciou. Lula foi o grande mentor do Mensalão; nas sombras das colunas do palácio comandou ações ilícitas, porém, por motivos que a própria razão desconhece, ficou de fora das denúncias. Por quê? Existe alguma organização acima de Lula? Algo de muito extraordinário está acontecendo no Brasil e ainda não sabemos o que é. Florescem no país estigmas sociais que, costumeiramente, levam à inevitável marginalização, fenômeno que caracteriza a exclusão de grupos sociais. Caso Lula e Dilma Rousseff saiam ilesos do processo do Petrolão, a metade do Brasil que votou em Aécio Neves pode esperar o fim da Democracia e a derrocada do Estado de Direito – e voltar a se armar para se defender, proteger a sua família e salvar a sua propriedade.

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 590 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

2 comentários sobre “A ficha está caindo!

  1. Como parar essa roubalheira toda? O que nós cidadãos do bem, podemos fazer? como parar essa força negativa que assola o nosso Brasil? O que nos falta? De onde vem a fortuna de um simples metaleiro?Será que ainda temos homens para dar um basta nisso tudo?Ou rezar e esperar acontecer? É estamos num verdadeiro “mato sem cachorro”. É triste as pessoas não enxergar o que está no nosso dia a dia. Inversão de valores tomou conta, hoje no Brasil quem rouba muito tem direito a ficar preso dentro de casa, os menos favorecidos apodrecem nas celas imundas, super lotadas. Nossas estradas,portos, aeroportos, tudo sucateado. Quem dá ordem para gastar esse dinheiro em outros países, quem fiscaliza? São perguntas que fazemos todos os dias. Temos que criar comissões
    para fiscalizar, deixamos muito a vontade, fazem o que bem entendem, o povo tem que participar mais,toda empresa tem um controle dos gastos e de investimento. A metade do Brasil tem consciência, os politicos que estão mais perto das safadezas tem que informar ao povo, afinal, são muito bem pagos para isso.Vamos fazer a nossa parte?

    Publicado por Nair Santos | 01/11/2014, 16:49
    • Não é que o povo tenha perdido a sua força de mobilização; o fato é que a “esquerda” aparelhou todo o Estado Brasileiro, de modo que se fizermos um levantamento em todas as Instituições do país constataremos a existência de militantes e representantes do Partido dos Trabalhadores nelas infiltrados com a responsabilidade de impedir que ações de fiscalização aconteçam. A exemplo disso, basta ver que no Supremo Tribunal Federal a relatoria do “Petrolão” caiu nas mãos do ministro Teori Albino Zavascki e, segundo ele, não tem data prevista para começar as investigações dos políticos com foro privilegiado apontados na denúncia. Só para lembrar, Teori Zavascki, então ministro do STJ, foi o responsável pela absolvição de Antonio Palocci da acusação de improbidade administrativa, prática ilícita quando era prefeito em Ribeirão Preto, SP. Palocci foi acusado de ter recebido, entre 2001 e 2004, R$ 50 mil mensais de propina da empresa Leão&Leão, que seria favorecida em licitações da prefeitura; segundo o que foi apurado, o dinheiro seria usado para abastecer um caixa dois de candidatos do PT. Por outro lado, o atual presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Dias Toffoli, possui uma ligação muito próxima com o PT por seu histórico de militância e advocacia. Na paralela, o desempenho do STF deixa muito a desejar pelas razões sobejamente conhecidas; o atual presidente, ministro Ricardo Lewandowski tem forte vínculo de amizade com a família de Lula. Há alguns dias eu ouvi da boca de um catador de lixo, ou melhor, de materiais recicláveis: “Está tudo dominado!”.

      Forte abraço,

      Augusto Avlis

      Publicado por augustoavlis | 02/11/2014, 11:51

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: