>
Você está lendo...
Política

Pergunte aos candidatos presidenciáveis – 7ª pergunta

Pergunte aos candidatos presidenciáveis 7ª pergunta

Às vésperas do primeiro debate na Rede Bandeirantes de TV, acontecido na terça-feira, 26 de agosto de 2014 (22h00min) entre os 07 candidatos a presidente da República (Pastor Everaldo – PSC, Luciana Genro – PSOL, Marina Silva – PSB, Aécio Neves – PSDB, Dilma Rousseff – PT, Levy Fidelix – PRTB e Eduardo Jorge – PV) para a gestão 2015/2018, eu formulei uma série de 20 (vinte) perguntas a serem feitas aos candidatos presidenciáveis, apenas como sugestão, e as encaminhei diretamente à emissora através de e-mail. Abaixo, a título de registro, eu estou reprisando as perguntas e as ratificando neste meu BLOG.

SAÚDE. No dia 08 de abril deste ano o ex-presidente Lula concedeu uma entrevista coletiva aos blogueiros e sobre o tema Saúde ele disse (trecho da fala): “Eu tive o terceiro tratamento, que foi o tratamento do Lula já famoso, né. Aí ele tem tudo. Aí, sabe, você tem tratamento… Você, depois do Lula presidente… Tem que ser assim, o presidente é muito bem tratado. Então eu sei quais são os níveis de tratamento que tem o ser humano nesse país. E os planos de saúde não resolvem os problemas. Não resolve os problemas. Toda vez que você vai universalizando o acesso das pessoas às coisas, você vai colocando uma quantidade enorme de gente no sistema e você vai diminuindo a qualidade. […] Não é possível você levar saúde de qualidade às pessoas se não tiver dinheiro. Permitir que um ser humano tenha acesso à alta complexidade e ao tal do especialista precisa de dinheiro. […] Ah, eu, quando for no Sírio Libanês, fazer check-up, eu chego lá, os melhores médicos e as melhores máquinas. Porque, é o seguinte: pra fazer o check-up hoje, ninguém pergunta mais o que você tem. Você tá com dor de barriga? Você tá indo ao banheiro? Você tá urinando bem? Você tá? Ninguém pergunta mais isso. Você chega lá, o cara diz: Máquina um… Pá… Máquina dois… Pá… Máquina três… Você passa numa série de máquinas, tira exame de sangue, o cara diz: Tá aqui, ó, você tá bom ou você tá mau. O povo não tem acesso a isso. O povo não tem acesso a isso. E se não tiver dinheiro, a gente nunca vai conseguir fazer com que ele tenha. As pessoas falam: Ah, mas é falta de gestão. Possivelmente tem um pouco de gestão. Possivelmente tem um pouco de gestão, mas é dinheiro de verdade. Ou nós compreendemos que é preciso colocar dinheiro pra pagar melhores os médicos. Por que o atendimento no Sarah Kubitschek é de qualidade? […] Não pense que o Mais Médicos resolve o problema. O Mais Médicos vai agravar o problema. Por que? Porque, na hora que a pessoa tem acesso ao primeiro médico, ele vai necessitar do primeiro especialista. Ou seja, na hora que o médico descobre que ele tem um problema no joelho, um problema no tornozelo, um problema não sei aonde, ele fala: Vai procurar um otorrino, um oftalmologista, vai procurar um ortopedista, vai procurar, sabe, um médico especialista no coração. Aí entra o problema. Aí o cara tem que entrar numa fila e esperar cinco ou seis meses. […] Sabe, a saúde custa caro, o médico tem que ser bem pago, precisa ter equipamento, precisa ter grandes laboratórios, para que todo mundo tenha acesso. E o SUS, se vocês um dia conheceram bem o SUS, o SUS é motivo de orgulho desse país. Poucos países têm um sistema de saúde pública como o SUS, que atende, sabe…”.

Pergunta: O Programa do governo federal “Mais Médicos” completará um ano na terça-feira, 02 de setembro de 2014. O Programa “Mais Médicos” está presente em 3.785 dos 5.570 municípios brasileiros. Os 14 mil profissionais cadastrados, sendo 11 mil cubanos, enfrentam muitos desafios para desenvolver os trabalhos médicos, deparando-se com uma infraestrutura precária dos postos de saúde, falta de medicamentos básicos, déficit de profissionais da área, recusa de encaminhamentos para especialistas e até ficam expostos à violência urbana. Os senhores candidatos concordam com as palavras do ex-presidente Lula sobre a situação da Saúde brasileira? Não há contradições nas suas afirmativas considerando o que pensam o governo federal e o Ministério da Saúde? Lula afirmou também que o SUS é motivo de orgulho desse país, vocês concordam?

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 523 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 158 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: