>
Você está lendo...
Política

Pergunte aos candidatos presidenciáveis – 6ª pergunta

Pergunte aos candidatos presidenciáveis 6ª pergunta

Às vésperas do primeiro debate na Rede Bandeirantes de TV, acontecido na terça-feira, 26 de agosto de 2014 (22h00min) entre os 07 candidatos a presidente da República (Pastor Everaldo – PSC, Luciana Genro – PSOL, Marina Silva – PSB, Aécio Neves – PSDB, Dilma Rousseff – PT, Levy Fidelix – PRTB e Eduardo Jorge – PV) para a gestão 2015/2018, eu formulei uma série de 20 (vinte) perguntas a serem feitas aos candidatos presidenciáveis, apenas como sugestão, e as encaminhei diretamente à emissora através de e-mail. Abaixo, a título de registro, eu estou reprisando as perguntas e as ratificando neste meu BLOG.

GOVERNABILIDADE. Parto do pressuposto que ninguém governa sozinho. Costumo dizer que há uma regra expressa na política: “Todas as galinhas do reino para o Rei”. Mas, o Rei, de vez em quando, precisa dar algumas galinhas aos súditos para que estes não morram de fome e assim justificar a continuidade do reinado. Sem o apoio do Congresso Nacional o presidente da República, seja quem for o eleito, não terá a sustentabilidade necessária, não conseguirá governar, não conseguirá administrar o país, não conseguirá cumprir as promessas feitas em período de campanha, o seu programa de governo ficará comprometido, não fará absolutamente nada, até que se renda às exigências dos parlamentares. O impeachment do Collor deixou marcas na história política do país. Em 29 de setembro de 1992 o processo de impeachment foi aprovado pela Câmara dos Deputados, por 441 votos a favor e 38 contra, afastando o Presidente da República Fernando Collor de Mello, que fora empossado no dia 15 de março de 1990, após derrotar o candidato do PT Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno das primeiras eleições presidenciais diretas após o fim da ditadura militar.

Pergunta: Os senhores candidatos darão pedras preciosas da sua coroa aos congressistas para garantir a governabilidade, ou seja, farão as “concessões de praxe” em troca de apoio político nas duas casas legislativas que compõem o Congresso Nacional, Câmara dos Deputados e Senado Federal? Como será a relação do governo federal com os “lobistas” e com as “empreiteiras”, aqueles intermediários e empresários indicados pelos parlamentares para atuarem junto às Estatais, prática revitalizada no governo do PT?

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 522 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: