>
Você está lendo...
Política

Lula, o avestruz

1Em entrevista concedida a uma Rádio e TV de Portugal (RTP), exibida na noite do sábado, dia 26 de abril de 2014, Lula, “O avestruz”, disse essa grande besteira, confirmando tudo aquilo que eu sempre achei e comentei sobre ele. Lula possui 80% de ignorância e 20% de estupidez. A sua parvoíce é brilhante, a ponto de uma empresa do porte da RTP conceder-lhe um importante espaço na mídia, da qual já deveria estar afastado não é de hoje. Burrice também dá audiência, e quando usada no momento certo e pelo quadrúpede certo, atrai votos daqueles que possuem características de burro. Condições e particularidades à parte, Lula soltou mais uma de suas pérolas bestiais para não negar a sua origem.

2Esse infeliz desqualificado ainda afirmou inoportunamente que “Não se trata de gente da minha confiança”, referindo-se aos réus condenados na Ação Penal 470, processo do Mensalão. Ora, então eram de confiança de quem? Do revolucionário comunista cubano Fidel Alejandro Castro Ruz? Do político, militar venezuelano e líder da Revolução Bolivariana Hugo Chávez Frías? Do atual presidente da Bolívia, líder sindical dos cocaleros Juan Evo Morales Ayma? Seja de quem for, a sua afirmação deveria ser exatamente o contrário: “A sentença do Mensalão foi 80% jurídica e 20% política”, mesmo assim, ainda estaria errada, porque a decisão foi 100% jurídica. Nessa perspectiva, ficaria mais aceitável, mais fácil de digerir e os nossos ouvidos não sofreriam tanto. Merecemos tudo isso, aliás, alimentamos um dos maiores males da política brasileira e agora estamos pagando um preço extremamente elevado por isso. Lula ainda fala de improviso seguindo seus instintos. Lula estava acostumado a enganar as pessoas simples e despreparadas, por isso achou-se no direito de continuar iludindo-as – e lançar uma cortina de fumaça em torno de si para não ser identificado com facilidade nos momentos de crise. Lula é a cara do Brasil, retrato falado das suas mazelas, com todas as suas características distintivas, e ninguém como ele sabe tirar proveito disso. Apostamos no absurdo e ganhamos.

No final de 2010, antes de sair da Presidência da República, Lula disse com certo rancor que iria “desmontar” a farsa do Mensalão. Pura bravata. Ameaça arrogante. Não o fez e estamos aguardando até hoje que cumpra a promessa. Lula, uma vez fora do Palácio do Planalto e do Palácio da Alvorada, tem evitado comentar sobre o assunto e foge da mídia que, segundo ele, ajudou a condenar os seus companheiros. Na verdade, Lula nunca escondeu a sua revolta com a mídia da denúncia, considerando que teve enorme participação no processo e que influenciou as condenações pela sua força em formar opiniões. Lula age como uma “Mula sem cabeça” em meio ao estouro da boiada. A primeira vez, em tom oficial, que Lula fez referência ao julgamento do Mensalão foi nessa entrevista em Lisboa, onde esteve como convidado do governo português para participar das comemorações pela passagem dos 40 anos da Revolução dos Cravos, evento importante para a redemocratização de Portugal que passou por um período de 41 anos de Ditadura. “Tem companheiro do PT preso. E eu também não vou ficar discutindo a decisão da Suprema Corte. O que eu acho é que essa história vai ser recontada. […] O processo do Mensalão foi um massacre que visava a destruir o PT, e não conseguiram” – respondeu Lula a uma das perguntas formuladas.

O julgamento da Ação Penal 470 teve início em 02 de agosto de 2012 e levou à condenação 25 dos 38 denunciados formalmente pelo Ministério Público Federal. Pergunto a Lula: Esse fato é ilusão de ótica? Outras perguntas: Marcos Valério é uma farsa, é uma figura imaginária? A expedição das Ordens de Prisão dos condenados não passa da entrega de convites para o chá da tarde? O Núcleo Político, formado por figurões do PT, realmente não participou do esquema de compra de apoio político no Congresso no início do governo Lula, apenas brincou de pular amarelinha? O montante de dinheiro desviado pela Quadrilha do Mensalão é falso, faz parte do Jogo Banco Imobiliário Brasil – Estrela? Como reforço de tese, Lula disse várias vezes que depois do término do julgamento do Mensalão ele daria a sua versão a respeito. Daqui a pouco os seus companheiros estarão soltos e Lula permanece calado, ou melhor, continua falando merda sobre as sentenças que levaram à prisão os ex-dirigentes do PT. Se Lula algum dia admitir a existência do Mensalão, o que eu acho impossível, certamente o Mensalão do Lula será inventado por ele, e deve ser bem diferente daquele que a imprensa registrou e o mundo todo assistiu diretamente da Tribuna do Supremo Tribunal Federal no julgamento mais longo da história do STF.

Se houve pagamentos sistemáticos (mensais) aos parlamentares da base aliada, para que votassem a favor dos projetos do governo federal, isso a gente sabe que acontecia, aconteceu e deve ainda acontecer – basta entender um pouco dos mecanismos que envolvem as tais Emendas de parlamentares ao Orçamento da União, que influem na alocação de recursos públicos. A PEC (Proposta de Emenda Constitucional) do Orçamento Impositivo, aprovada pela Comissão da Câmara dos Deputados, que obriga o governo a liberar até 1,2% da receita corrente líquida, atenua um pouco o clima de mercado aberto, de balcão de negócios que se transformou o Congresso Nacional. É a oficialização da farra com o dinheiro público, que sai dos cofres da União e não sabemos se é aplicado devidamente na ponta do município carente e na totalidade do valor liberado – os caminhos que o dinheiro público segue são tortuosos.

Causa-me torpor saber que a dinheirama movimentada pela Quadrilha do Mensalão, desviada diuturnamente das Estatais e dos cofres públicos, não passa de quimera no entendimento do Lula – lá no horizonte imperceptível da decência, talvez confundamos nuvens compactas com picos montanhosos. As únicas coisas que me parecem verdadeiramente opacas são as penas aplicadas pelo STF aos réus condenados no Mensalão, que deveriam ser mais transparentes, contundentes e exemplares. Não foi o que vimos e a nossa indignação translúcida ficou. Se Lula fosse preso com os outros petistas acabaria definitivamente o Partido dos Trabalhadores, por isso, ele tem que ser preservado. Lula e o PT são a mesma coisa, ungidos pela Besta. Extinto o PT, o Poder da República – mantido com procedimentos espúrios – passará para as mãos da oposição, porque não existe atualmente no Brasil outro partido político de esquerda disposto a rezar na cartilha do PT com o mesmo fervor, predisposto a adotar doutrinas Leninistas e prometer o continuísmo no país. Os políticos, sequazes partidários de Lula, aos poucos perderão os seus empregos, ou melhor, as suas boquinhas, e terão que se submeter aos exames admissionais em outras legendas que se aproximem do perfil político da “Estrela vermelha”, símbolo de uma era cinzenta que, infelizmente, entrou para a história política brasileira – esta, por sua vez, não escolhe personagens nem fatos.

O ano de 2014 se desenha perigoso e imprevisível. Numa corrida eleitoral os políticos, sobretudo os candidatos, costumam a se engalfinhar, trocam farpas afiadas e penetrantes, partem para agressões pessoais, mas isso eu acredito ser o menos importante, ainda que longe de se tornar um cenário amistoso, uma atmosfera azulada de amenidades, o palanque político se transformará em verdadeiro bunker. O pior que poderá acontecer é a volta das manifestações em escala aumentada, a reedição das agressões físicas e a destruição do patrimônio. O povo está confinado numa caldeira social com o manômetro quebrado e a qualquer momento ela entra em colapso. Lula ainda vem a público falar impropérios, como se fossemos idiotas no seu conceito. Muita coisa poderia ter sido evitada se Roberto Jefferson não fosse covarde, porque não revelou tudo o que sabia e sabe sobre o Mensalão, título esse de sua autoria. “Se eu falar tudo o que sei a República cai”, disse ele. Por que não disse? Na realidade eu acho que o Mensalão foi um balão de ensaio usado pelo sistema de poder para desviar o foco dos problemas de muito maior gravidade para o Brasil. Se a CPI da Petrobras acontecer como espero, dentro da legalidade e com a profundidade que se desenha, a República corre iminente risco de cair realmente, ou, na melhor das hipóteses, dará uma balançada geral nas suas Instituições e muita coisa ficará disforme. Enquanto isso, os escândalos patrocinados por políticos e quadrilhas especializadas que envolvem os Fundos de Pensão (Entidades fechadas de previdência complementar) estão adormecidos.

Lula é um avestruz, porque tem comportamentos semelhantes com o Struthio Camelus, a maior ave do planeta. Lula, como o avestruz, é muito resistente, permaneceu vivo politicamente a despeito de muitas suspeitas em torno dele. Lula vive em grupo, com os seus iguais, e quando se sente ameaçado corre a uma velocidade inalcançável. Lula possui dimorfismo sexual, ou seja, faz parte do grupo de indivíduos do sexo masculino e feminino de uma espécie com características físicas não sexuais marcadamente diferentes, geralmente impressiona com os seus dotes – a falta do dedo mindinho não conta –, que o diga a Rosemary Nóvoa de Noronha. Com sua visão e audição extremamente aguçadas, Lula consegue detectar os seus predadores políticos mesmo a grandes distâncias. Lula encosta a cabeça e o pescoço no chão porque escuta com fidelidade a aproximação do inimigo, mas não chega a enfiá-los no buraco, porque sabe o que tem lá dentro.

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 152 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: