>
Você está lendo...
Política

Julgamento do Mensalão – Lula, seu desgraçado – 1ª parte

1

Lula, seu desgraçado, você roubou, literalmente, a esperança dos brasileiros. O povo precisa voltar a acreditar nas suas mentiras verdadeiras. Lula, seu infeliz, a nossa inanição cultural é o seu principal alimento. Este é o sentido natural das coisas. Lula, seu desgraçado, por que você deixou que descobríssemos o quanto éramos perfeitos idiotas? E ainda somos. Lula, seu desgraçado, a sua burrice explícita estava escondida na nossa inteligência declarada. Por isso o aceitávamos. Lula, seu desgraçado, não se faça novamente de desentendido, você não nos engana mais. Nós, brasileiros, queríamos continuar nos enganando, e você acabou com esse nosso direito. Lula, seu desgraçado, nós tínhamos um espírito patriótico que dava arrepio na pele, sobretudo em época de eleição e jogos da Seleção. Eu juro, como perfeitos idiotas, sentíamos imenso orgulho da bestialidade assistida; rezávamos diuturnamente aos pés da estátua do Padim Ciço; reverenciávamos a Bandeira Nacional manchada de vermelho petista. Lula, seu desgraçado, a mesma cor vermelha que nunca foi notada na cara dos infestos corruptos, seus “cumpanheiros de luta”, mas, tudo bem, merecem o nosso voto consciente. Lula, seu grande “FDP” – Fanfarrão Demagogo Populista. Lula, seu miserável, por que você acabou com a nossa diversão deixando que o Supremo Tribunal Federal acabasse tão rápido com o julgamento do Mensalão? Dávamos boas risadas por conta dos espetáculos engraçados exibidos naquele circo popular, mantido com dinheiro público. Lula, seu desgraçado, por que você não saiu em defesa dos Ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Luís Roberto Barroso e Teori Albino Zavascki? Deixou que esses paladinos da Justiça fossem perseguidos impiedosamente por Joaquim Barbosa, presidente do STF e Relator da Ação Penal 470. Lula, seu desgraçado, por que você não revelou os nomes dos 300 picaretas de sua preferência que habitam o Congresso Nacional? Se tivesse dado nomes aos bois, ou melhor, aos ratos, não se misturariam com os outros, poderiam ser identificados e poderíamos mantê-los no covil, no abrigo de salteadores, no refúgio de ladrões. Lula, seu desgraçado, o quê você tinha na cabeça quando se comparou a Getúlio Vargas? Há pouco tempo, na TV Globo News, a comentarista de política Cristiana Lobo disse: “Lula confessou aos amigos que queria ser lembrado pelo seu 2º mandato presidencial como um grande estadista, tal como Getúlio Vargas”. Lula, seu desgraçado, a ideia me parece excelente, mas, quero saber o seguinte: Quando será o suicídio?

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: