>
Você está lendo...
Política

Golpe?

1O mundo dos negócios é realmente surpreendente. Ao mesmo tempo em que empresas têm uma ascensão vertiginosa no mercado, são capazes de um dia para o outro sofrer uma queda tão drástica que as impossibilite qualquer reação. Ao ler a manchete “Sobrevivência da OGX depende de novo capital” – o que significa aumentar o capital da companhia mesmo com a venda de ativos –, fico imaginando ser este um bom exemplo do que acabo de comentar. A petrolífera OGX é de propriedade do empresário Eike Batista, que vendeu gato por lebre aos acionistas que acreditaram no Superman dos negócios tupiniquins. Com a dramática e repentina declaração da inviabilidade de vários projetos tecnológicos que culminou na decisão de por fim na produção dos poços de petróleo no Campo de Tubarão Azul, ao longo de 2014, e a suspensão do desenvolvimento dos campos de Tubarão Tigre, Tubarão Gato e Tubarão Areia, a “indesejada” cotação dos títulos da dívida da OGX no exterior é um forte sinal que os investidores estão prevendo um calote da dívida, o que é muito provável que aconteça.

Quando um grupo é formado por várias empresas, no caso do conglomerado mineiro e energético do bilionário Eike Batista, há uma tendência de uma socorrer a outra em momentos de crise, só que os acionistas precisam ser avisados que o seu dinheiro está sendo desviado para uma atividade da qual não participam. A habilidade de Eike Batista em jogadas desleais, fora das regras e não permitidas são sintomas da sua administração oportunista. Quando o principal planeta sai de órbita os outros ao redor acompanham; dentro dessa filosofia, todas as empresas do grupo entram no buraco negro – de tabela o BNDES vai junto por ser a principal fonte de recursos, digamos, de longo prazo, para as empresas brasileiras que deles precisam. Sem dúvida alguma Eike Batista pode ser considerado, sem modéstia, um empresário bem sucedido no ramo das Commodities, desse modo domina todas as manobras comerciais e conhece os “caminhos das pedras”, alguns dos quais o conduzem aos tapetes dos palácios até hoje.

Segundo Fernando Rebouças, no idioma inglês, Commodities significa mercadoria,  sendo um termo de referência de produtos de base em estado bruto, considerado matéria-prima. Além do nível de matéria-prima é aquele produto que apresenta grau mínimo de industrialização. Em geral, as Commodities são produzidas em grandes quantidades por vários produtores. São produtos in natura provenientes de cultivo ou de extração.  Por serem mercadorias de nível primário, propensas à transformação em etapas de produção, apresentam nível de negociação global. São suscetíveis a oscilações nas cotações de mercado, em virtude de perdas e ganhos nos fluxos financeiros no mundo. São negociadas no mercado físico, seja para exportação ou no mercado interno, e nos mercados derivativos das Bolsas de Valores e contratos futuros.

Eike Batista viu a sua fortuna diminuir US$ 20 bilhões, passando, na velocidade da luz, de US$ 30 bilhões para US$ 10 bilhões, porém, a cara que ele faz nem de longe mostra preocupação. Golpe? Esta terra de Abrantes não é mais como antes. Alguns “dedos-duros” de plantão vieram buzinar nos meus ouvidos que Eike Batista é o novo Marcos Valério, edição 2013. Enquanto o Supremo Tribunal Federal fica se divertindo com o julgamento dos recursos impetrados pelos advogados de defesa dos réus condenados na Ação Penal nº 470 – Processo do Mensalão, outros crimes de maiores proporções estão sendo praticados contra o Erário, contra a Administração pública e contra as Instituições do país – o que é pior, com o aval do governo federal. Isto está me cheirando a golpe, e dos grandes. Se o povo não acordar a tempo, as quadrilhas de ladrões que estão infiltradas em todas as esferas de governo não deixarão pedra sobre pedra, roubarão tudo que encontrarem pela frente e dane-se o país e os brasileiros de bem. Tortura, nunca mais, só dinheiro é o que interessa agora, como indenização pelos “danos corporais” sofridos na Ditadura Militar. O Governo, sob a égide do PT, tem muito que explicar – se der tempo! Eike Batista agradece.

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

2 comentários sobre “Golpe?

  1. É e não é que ele deu o golpe mesmo xD o Golpe do século ainda, Ganhou fácil fácil do telexrfree, que não deu golpe nenhum já estava muito explícito só caiu quem é IGNORANTE.

    Publicado por Tony | 10/09/2013, 20:21
    • Tony,

      Boa-noite.

      Concordo plenamente com você. Na maioria dos casos, a busca desenfreada pelo aumento de capital faz com que os investidores sofram de miopia virtual. Fato agravado quando não contam com a consultoria certa.

      Grato por acessar este meu Blog. Curta outras leituras.

      Forte abraço,

      Augusto Avlis.

      Publicado por augustoavlis | 10/09/2013, 20:55

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: