>
Você está lendo...
Política

Julgamento do Mensalão – Hacker @nbdu1nder – O Retorno

titulo

hacker

Um bom filho à casa torna. Seria muito bom se pudéssemos usar esta máxima na abertura desta matéria, porém, a oportunidade nos obriga a empregar outro ditado: “O criminoso volta à cena do crime”. Não que qualifique o Hacker @nbdu1nder um criminoso, mas os que se julgam prejudicados certamente o consideram, tanto que os seus advogados de defesa pensam em tomar providências na esfera judicial, na medida em que qualificam como crime a divulgação de informações pessoais sem a devida autorização das “vítimas”; um verdadeiro atentado, uma violação de direitos individuais. Os mesmos advogados que defenderam os seus clientes na Tribuna do STF dos crimes que lhes foram imputados pelo Ministério Público Federal, tentando convencer os Ministros, e também toda a nação, que roubar o erário não passa de brincadeira de criança, que cometer crimes contra a administração pública é conversa pra boi dormir, que formação de quadrilha é um simples encontro de jovens angelicais com o propósito de pular ‘Amarelinha’, que lavagem de dinheiro significa lavar roupa suja na beira da bica, que a prática continuada de corrupção, ainda que considerada endêmica e sistêmica, é um credo recomendado por enviados de Deus, que a inocência dos réus do Mensalão não é presunção, mas a hóstia degustada para a remissão dos pecados cometidos por quem acusa. Nessa orgia, nessa esbórnia de bestialidades, continuamos vítimas de nós mesmos, verdadeiros imbecis travestidos de ignorantes. Os políticos aplaudem.

O meu amigo Hacker @nbdu1nder tem que parar de uma vez por todas com essa mania de achar que está fazendo um tremendo bem à pátria divulgando meras informações com perfil cadastral de “personalidades honestas” do mundo político brasileiro. Não somos funcionários de setores de crédito de lojas de departamento, que precisam desses dados para liberar uma compra a prazo, portanto, a meu sentir, ele está perdendo um tempo precioso, que poderia ser utilizado para invadir os arquivos secretos de Hugo Chávez, para descobrir a opção sexual da presidente Dilma Rousseff, para averiguar se Barack Hussein Obama sofrerá um atentado, para apurar se Lula fará implante do dedo mindinho com dinheiro público, para ver se há uma conspiração tramada contra o Ministro Joaquim Barbosa impedindo-o de terminar o mandato de presidente do STF, para comprovar que Marcos Valério está falando a verdade, para revelar a intenção de Deus em mudar o povo que habita o Brasil, para levantar o esconderijo onde está o dinheiro surrupiado pela gangue do Mensalão, e para desvendar outras informações de real interesse e utilidade pública, como o salário do técnico da Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari.

Na quarta-feira da semana passada, dia 09/01/2013, ele publicou no Twitter os dados pessoais de outros condenados na AP 470, Marcos Valério e Roberto Jefferson, o que comprovou a sua ameaça. Também figuraram na lista de “vítimas” Aécio Neves, Paulo Maluf, Renan Calheiros e Ricardo Lewandowski. No dia seguinte, quinta-feira (10), foi a vez de Lula ter os seus dados vazados. Vamos ver agora quem serão os próximos. Ainda estou achando que o amigo Hacker tem um bom contato no Serasa Experian para obter tais informações com tamanha facilidade. A mídia está dando um espaço desnecessário e/ou indevido ao caso. Vingança virtual? Vá saber! Ainda tem gente afirmando que a divulgação de dados pessoais atenta contra a segurança do país; imagina se fossem divulgadas informações como tamanho do manequim, peso, idade, cor de preferência, time do coração, nível de escolaridade, resultados de testes de sanidade, entre outras.

A propósito, com todo o respeito, recomendo ao nosso Hacker tupiniquim que faça um estágio no WikiLeaks, para tanto é só falar com o jornalista e ciberativista australiano Julián Paul Assange, que é um dos nove membros do Conselho Consultivo do WikiLeaks, um “wiki” de denúncias e especializado em vazamento de informações. Assange é o principal porta-voz do website. Como o tema da vez no Brasil é CORRUPÇÃO, nada como aprender a botar a boca no trombone com um “canal midiático legal”. Na percepção dos delatores, que se escondem nas sombras do poder, e, por qualquer razão, sentiram-se desprestigiados pelo rei, chegou a hora da forra, então, aproveitemo-la com profissionalismo. Mas, o contato com o fundador do site WikiLeaks tem que ser rápido, porque Julián Assange tem um problema pulmonar crônico que pode levá-lo à morte, talvez menos dolorosa do que a provável condenação à pena capital decretada pelos Estados Unidos por ter revelado documentos secretos do governo americano. Há também quem torça para que seja extraditado para a Suécia onde é procurado por crimes sexuais – se fosse aqui no Brasil Assange continuaria trepando à vontade sem quaisquer admoestações, independente do parceiro ou da parceira, ou de ambos.

É meu amigo Hacker @nbdu1nder, pelo visto no exemplo acima, quem divulga o que não deve, ou dá bom-dia a cavalo, ou come capim pela raiz. Aqui, nessas terras de Cabral, a coisa funciona com mais rapidez, sem essa de formalidades internacionais. Quem tem C”!#¨&*U tem medo, ou deveria ter, salvo quando comete crimes sexuais. Quando se mexe muito na merda que sai de dentro dele, além de feder, pode trazer consequências imprevisíveis. O ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, que o diga, perdão, ele não pode mais!

Leitura recomendada (clique em): Livro Polítitica

Augusto Avlis

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se aos outros seguidores de 160

%d blogueiros gostam disto: