>
Você está lendo...
Política

Julgamento do Mensalão – Engana-me que eu gosto!

titulo

mardelama

Em meio a um mar de lama, com ondas gigantescas de corrupção, o barco petista tenta ajustar as velas na tentativa de salvar os seus tripulantes. Mensalão, Operação Porto Seguro, CPI do Cachoeira, STF, Ministério Público Federal, Polícia Federal, investigações, indiciamentos, chuva de denúncias e pedidos de delação premiada, tudo isso deve estar tirando o sono do PT, dos seus ex-dirigentes, do Lula e da presidente da República, que já se empenhou até a alma na operação orquestrada de blindagem do seu maior capital político. Justamente no momento de gravíssimas crises institucionais aparece uma pesquisa de opinião focada nas eleições de 2014, destacando as figuras de Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva. Só um idiota para crer na seriedade dessa pesquisa de opinião. Há dias o presidente do Partido dos Trabalhadores, deputado estadual Rui Falcão, vem vociferando nos meios de comunicação ameaçando tomar medidas drásticas no sentido de “limpar” a imagem dos seus membros e desqualificar a atuação dos institutos de repressão ao crime organizado e, sobretudo, colocar em xeque o desempenho da Suprema Corte. A recente pesquisa realizada pela Datafolha dá a entender que foi “encomendada” a peso de ouro como uma das ações de contra-ataque do PT, uma tática que consiste no rápido domínio da situação, como forma articulada de defesa e com o propósito de puxar para seu favor a opinião pública que não se vê manipulada. Começam os ataques ofensivos temporários, com estratégia, local e participantes anunciados. Não basta jogar a sujeira para debaixo dos tapetes palacianos, a produção de cortinas de fumaça torna-se imperativa.

Por O GLOBO / Agência O GLOBO – Datafolha: se eleições fossem hoje, Dilma ou Lula venceriam. “SÃO PAULO – A pouco menos de dois anos das eleições presidenciais, o PT venceria a disputa eleitoral se ela fosse realizada hoje. Segundo pesquisa Datafolha, divulgada na edição dominical do jornal ‘Folha de S. Paulo’, tanto a presidente Dilma Rousseff como o seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, venceriam a corrida eleitoral em primeiro turno em todos os cenários apontados pela sondagem. A presidente varia de 53% a 57%, enquanto o seu antecessor ficaria com 56%, no único cenário em que foi incluído. Na sequência, o candidato com melhor desempenho é a ex-ministra do meio Ambiente Marina Silva (sem partido), que varia de 18% a 13%, seguida pelo ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves (PSDB), que varia de 14% a 9%. Ao todo, o instituto de pesquisa entrevistou 2.588 pessoas na última quinta-feira. A margem de erro é de dois pontos percentuais. No principal cenário, Dilma Rousseff teve 57%, seguida por Marina Silva, com 18%, e por Aécio Neves, com 14%. No cenário com a participação do governador Eduardo Campos (Pernambuco), Dilma Rousseff teria 54%, Marina Silva seguiria com 18%, Aécio Neves pontuaria 12% e o dirigente do PSB ficaria com 4%. A sondagem eleitoral também realizou cenários com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Contra Dilma Rousseff, o magistrado teria 9%. Contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente da Suprema Corte teria 10%”.

Causa-me espécie a inclusão, na tal pesquisa, do nome do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Joaquim Barbosa. Isso foi de uma tremenda infelicidade. Lembro-me do quitandeiro do meu bairro que misturava tomates de qualidade com batatas podres. Qual foi mesmo o jornal que publicou, na íntegra, o depoimento de Marcos Valério ao Ministério Público Federal no dia 24 de setembro deste ano? Resposta: O Estado de São Paulo. Sem mais comentários. O “PT” está para essa pesquisa da Datafolha, como o “Ladrão” vestido de Papai Noel está para as criancinhas! Outras pesquisas serão compradas como se fosse água benta, assim como boa parte do que foi amealhado dos cofres públicos será distribuída a quem prometer purificação.

Leitura recomendada (clique em): Livro Polítitica

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 154 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: