>
Você está lendo...
Crônicas Aforísticas, Fatos em Foco, Política

Somos uns Bundões.

O que direi agora não é conjectura, afastarei da minha maldita cabeça pensamentos hipotéticos que me fazem acreditar que ainda temos a chance, mesmo que ínfima, de agir baseados em certos ideais como princípio de ação. Somos uma partícula de pão sem fermento, porque não crescemos. Somos húmus, reconhecidamente a terra preta gerada pela decomposição de outros seres; somos a parte fértil do chão Brasil onde a política planta as suas sementes do mal. E elas germinam. Estamos vivendo momentos de incertezas quanto à realidade dos fatos ou à veracidade das afirmações. A hesitação é estimulante, na dúvida não nos sentimos tão culpados pela aparente imbecilidade. Os políticos são infestos, a manifestação do absurdo plausível. Assistimos!

Essa pendenga, esse arrancarabo estabelecido pelo ex-metalúrgico Lulaéreo junto à Suprema Corte, além da sua normal esquisitice em decorrência da parte que partiu, é a mais sublime prova de que nasci no país errado, e não posso culpar a minha pobre mãezinha por isso; coitada da velha, com seus oitenta e tal anos, ainda querendo saber o que está acontecendo. Eu não quero admitir que compraram um ingresso em meu nome para assistir a mais um espetáculo circense, onde serei obrigado a ver malabarismos e palhaçadas sem o direito a rir, só de chorar copiosamente. Nesse grande recinto para jogos públicos, a falta de patriotismo, a desfaçatez, o despautério, a desonra, a depravação, o desamor, apresentam-se de caradura, sem maquiagens.

Roberto Gurgel, Procurador-Geral da República, encaminhou ao Ministério Público Federal de Brasília – MPF/DF a representação protocolada contra o ex-presidente Lula por supostamente ter pressionado o Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, instância maior da nossa Justiça, para que adiasse o processo de julgamento do famigerado Mensalão. O PSDB protocolou a representação na qual pede a investigação de três crimes: Tráfico de influência ativo; Coação no curso do processo; Promessa de vantagens indevidas. Este é o prefácio de uma longa história que terá muitos capítulos, com CPIs de mentira, depoimentos angelicais, caras e bocas, promessas de finjo que não vi ou não sabia.

A terminologia “supostamente” dá a entender às pessoas com mediana inteligência, outros sinônimos tais como “hipoteticamente”, “presumidamente”, “conjecturalmente”, e daí por diante, portanto, dependendo de quantas pedras preciosas forem arrancadas da coroa e dadas às testemunhas, a verdade contada pode sobrepor-se aos fatos.  Nelson Jobim, anfitrião do furtivo encontro entre Lula e Gilmar Mendes, poderia esclarecer muita coisa, mas preferirá manter a sua postura irretocável de um erudito político. Os lazarentos políticos conseguiram tirar a dignidade das meretrizes.

“Aos eruditos que se tornam políticos se atribui habitualmente o cômico papel de ter que ser a boa consciência de uma política”

Friedrich Nietzsche.

Para a salvação política da atual presidente Dilma Rousseff, figura edificada pelo “Lulismo teísta”, vislumbro três saídas: 1ª) Confessionário para a remissão dos seus pecados originais; 2ª) Romper definitivamente com o PT; 3ª) Veto ao Lula e eleger um melhor pai de aluguel.

O meu amigo pensador Arnaldo Jabor, assim como eu, fica se esgoelando diariamente na CBN e em outros programas malucos tentando esclarecer a opinião pública sobre a prática abjeta e infamante dos agentes cancerosos que compõem a não menos purulenta política brasileira, e nada acontece com essa nova safra de cidadãos transgênicos. Talvez Arnaldo Jabor tenha que mudar o seu linguajar, ser menos erudito, deixar a lexicologia de lado e ir direto ao assunto:

“Aí moçada, estamos fodidos com esses caras, ou melhor, somos uns bundões”.

Leitura recomendada (clique em): Livro Polítitica

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

7 comentários sobre “Somos uns Bundões.

  1. Boa tarde caro Algusto!
    Oque achas desse video que circula a europa?
    Abraços.

    Publicado por Gislainne | 13/02/2014, 17:01
    • Não é através do voto que um político se transforma em ladrão, mas sim, é o voto que elege os ladrões que estão na política. O PT está caminhando para 12 anos no poder da República e o que vemos é “Desordem e Atraso”. Tresloucados líderes como o Lula se alimentam da miséria do povo, que por sua vez acredita em promessas de salvação. A educação inclusiva é a chave que abrirá as algemas da subserviência, colocará um fim na dependência por migalhas de pão e acordará os cidadãos da catarse coletiva. Infelizmente não estarei vivo para presenciar tudo isso e ter orgulho de ouvir os acordes do Hino Nacional Brasileiro.

      Forte abraço,

      Augusto Avlis

      Publicado por augustoavlis | 13/02/2014, 17:26
      • Publicado por Gislaine Patricia Oliveira | 24/02/2014, 16:48
      • Boa tarde!
        Aiai tucanos e petistas discutem quem é “menos” mensaleiro. Só falta algo assim: “a minha corrupção é mais ética que a sua”…. é o que tu tem de opção….

        Publicado por Gislaine Patricia Oliveira | 11/03/2014, 13:57
  2. Culpados são os otários que votaram nesses vagabundos do PT! Agora se preparem que vem o comunismo sobre vocês! E o povão bundão olha futebol e novelas!!!

    Publicado por Nicolau | 07/12/2015, 17:38

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: