>
Você está lendo...
Política

Polítitica – 6ª Crônica

Ficou comprovado na entrevista com o candidato da Frente Trabalhista, Ciro Gomes, ao vivo, no programa Bom Dia Brasil (TV Globo) desta segunda-feira, dia 26, que a melhor defesa, em certas circunstâncias, não é o ataque.

A brilhante jornalista da área econômica, Míriam Leitão, se perdeu em algumas situações e até enrolou a língua, deixando escapar uma excelente oportunidade de explorar com mais objetividade, e propriedade, o tema economia. Era o que todos esperávamos dela em função da sua versatilidade como entrevistadora e conhecedora do assunto. Ficou a ver navios.

O presidenciável Ciro Gomes, com a habilidade que lhe é peculiar, demonstrou um preparo surpreendente para esta entrevista. Macaco velho não põe a mão em cumbuca. Ao contrário da estratégia de sempre atacar, ele simplesmente não deu espaço aos entrevistadores. Esticou as respostas. Esta é uma tática que vem sendo orientada pelos marqueteiros de campanha. Melhor do que se fazer de vítima, sem dúvida. Provavelmente tenha faltado um pouco de equilíbrio de ambas as partes. Nessa queda de braços, sem dúvida Ciro Gomes saiu vencedor.

Passado o susto, vamos aguardar a entrevista com o Garotinho, amanhã, terça-feira, no mesmo Bat Canal. Garotinho não virá de calças curtas, podem ter a certeza disso. A Rosinha, sua companheira de brincadeiras, já comprou dois pirulitos para esperar a volta do Garotinho de mais uma gincana escolar. Essa, eu não quero perder – já tem gente pulando amarelinha.

Entrevistas desse tipo não podem ser confundidas com programas de debates. O exíguo tempo de trinta minutos não permite muitas manobras e também não é suficiente para tornar público todo um programa de governo ou mesmo arrancar do candidato a declaração de réu confesso. Por outro lado, o tiro pode sair pela culatra. Falar demais como uma maitaca pode levar o candidato ao ridículo e baixar a qualidade da entrevista. Subliminarmente, o que está em jogo naquele momento é a qualidade da audiência (formadora de opinião) – quantidade sabemos que não existe, mesmo porque a massa ou está dormindo ou está dentro dos trens.

Continuo esperançoso quanto a eventuais mudanças – e que sejam radicais – nos rumos das campanhas eleitorais. Elas terão que vir um dia, sem sombra de dúvida. O povo, se não for politizado, em nada contribuirá para a consolidação da democracia.  O que hoje estamos assistindo é uma reedição de velhos expedientes eleitoreiros. Tem gente rindo à toa, perdão, chupando pirulito. A questão continua sendo a total falta de interesse pela matéria política, que reprova e não dá segunda época. A “cola” ainda é o recurso mais empregado.

Enquanto isso, no boteco da esquina, um velho homem do povo, filósofo por prática de vida, solta o conceito seguinte, pra todos ouvirem, pelo menos os apreciadores da “mardita”:

A política brasileira é uma grande pocilga, onde entram os porcos magros e saem os porcos gordos. Esses mesmos porcos gordos continuam obesos, porque não largam as tetas da nação”.

Este cara, com certeza, não vota – passa longe das urnas.

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Livro Polítitica « Opinião sem Fronteiras - 29/07/2012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 154 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: