>
Você está lendo...
Política

Polítitica

Todo ano eleitoral me deixa com uma comichão danada, um prurido mental, um desejo forte de meter o cacete, uma ansiedade incontrolável de falar o que eu penso sobre a política brasileira. Devo pegar leve. A expectativa não é das melhores. Quanto mais se mexe na merda mais ela fede. Das entranhas do poder constituído corre um mar de excrementos, vísceras purulentas. O meu lado crítico-político-social ainda vai me deixar em maus lençóis. Ele se revela de modo escarpado, devo confessar. Em 2002 fui abduzido da ideia de escrever sobre política e sobre políticos – um espírito livre apoderou-se da minha mente e inutilizou as minhas mãos. O que se opõe ao bem, quando quer se manifestar, não manda aviso prévio. Um então candidato a presidente da República Federativa do Brasil, pernambucano (alma reencarnada na cidade de Garanhuns em 27/10/1945), me levou para as trevas. O seu nome, Luiz Inácio Lula da Silva. Hoje coleciona uma série de “Ex”: Ex-político, Ex-sindicalista, Ex-metalúrgico, Ex-presidente da República. Continua brasileiro e sarabulhento. Meu inferno astral foi enfático de 1º de janeiro de 2003 a 1º de janeiro de 2011. Tementes ao Padre Cícero (ou Padim Ciço) dizem que Lula ressuscitará no planalto central – uma alma penada disse que será no sertão nordestino.

Juntei as minhas “Crônicas aforísticas da vida política”, construídas em boa parte daquele período, e distribuí cópias em várias editoras que não se pronunciaram até agora, talvez por obra do astral ou do Padim Ciço – para minha salvação, minha redenção. Arnaldo Jabor publicou o seu livro ‘Pornopolítica’ em 2006 (Editora Objetiva), simplesmente maravilhoso; recomendo a leitura. Não sabia que parecíamos tanto. Neste meu Blog divulgarei as minhas Crônicas aforísticas da vida política, num total de 54, sequencialmente enumeradas, de modo que considero este um lançamento oficial do meu livro não publicado. Boa leitura.

A capa não é definitiva, como não são os atuais políticos brasileiros. Acho que a capa está uma “titica”, assim como a política está uma merda. Achei o meu “Gravador Indiscreto”, pensei que o tinha perdido pra sempre em 2002. É tão discreto como aquele agente secreto de origem portuguesa. O que importa é que está funcionando, e dele extraí os seguintes depoimentos:

Do lixeiro: “Político é um lixo maléfico à atmosfera, rejeitado até pela indústria de recicláveis”.

Do dono da pocilga: “A política brasileira é uma grande pocilga, onde entram os porcos magros e saem os porcos gordos. Esses mesmos porcos gordos continuam obesos, porque não largam as tetas da nação”.

Do taxista: “No meu táxi eu não transporto político, porque se eu for pego com droga serei preso em flagrante”.

Do catador de papéis: “O presidente Lula falou que não sossega enquanto não der três refeições diárias para o pobre. Já está no segundo mandato e não aguento mais comer pão seco com mortamburro, dia sim, dia não”.

De um estudante: “As orelhas do Lula não crescem mais. Agora chegou a vez do seu nariz crescer. São tantas as suas mentiras que daqui a pouco vai se chamar Pinóquio Orelhudo. Resta saber se o Pinóquio verdadeiro cortará o dedo mindinho”.

De uma parturiente: “A relação do presidente com os seus ministros é igual a da ama-de-leite para com as crianças alheias”.

De um recém-desquitado: “Acreditar em promessa de político é o mesmo que acreditar em perdão de sogra”.

De um eleitor da Classe D: “O Programa Fome Zero é a maior estratégia oficial para a compra de votos que se tem notícia até hoje”.

De um jogador de futebol de várzea: “Cada governante tem o povo que merece; perdão, em terra de cego só tem cego; perdão novamente; o brasileiro continua não sabendo votar. Não é mesmo Pelé?”.

Do padeiro: “Casa que não tem pão, todos gritam e ninguém tem razão”.

Nota: “Mortamburro” é uma espécie de mortadela produzida com carne de jegue. As maiores e  melhores fábricas estão no Nordeste.

Augusto Avlis

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se aos outros seguidores de 160

%d blogueiros gostam disto: