>
Você está lendo...
Política

Pesadelo – III.

Pesadelo – III.

Ultimamente eu tenho me impressionado com as coisas ruins que estão acontecendo ao redor do mundo, em especial ocorridas aqui no nosso país. Talvez este seja o principal motivo da minha insônia e dos pesadelos constantes. Estaria me preocupando demais? Pode ser. Já vi e testemunhei muitas coisas, mas confesso que nada parecido com o atual cenário – um retrato falado do caos. Para o bem da minha saúde eu preciso mudar.

Mudar como se eu não consigo me desligar dos canais de informação? Há poucos dias no Tik Tok postaram um vídeo, com tempo de duração de 02min:35s, que traz uma mensagem contundente. O ambiente onde se passa o episódio nos faz lembrar uma Conferência das Nações Unidas (ONU), organização intergovernamental criada para promover a cooperação internacional. Pois bem, como se tivesse vindo de um túnel do tempo, ao fundo uma luz forte e brilhante, surge um dinossauro em meio à plateia atônita. O monstro se dirige ao segurança do local, que está totalmente paralisado e com os olhos esbugalhados, e diz:

– Você tá bem?

– Precisa de um minuto?

– Legal.

– Ok…

Então, o dinossauro segue em direção ao púlpito, arruma o microfone e retoma a palavra:

– Escutem aqui, pessoal. Eu sei uma ou duas coisas sobre extinção, e eu vou te dizer… Vocês podem até pensar que isso é meio óbvio: Ser extinto é uma coisa ruim! E vocês mesmos se levarem à extinção? Em 70 milhões de anos, essa é a coisa mais ridícula que eu já ouvi. A gente pelo menos teve um asteróide! Qual é a desculpa de vocês? Vocês estão indo rumo a um desastre climático, e ainda assim, todos os anos, governos gastam centenas de bilhões de recursos públicos para subsidiar combustíveis fósseis. Imagine se nós tivéssemos gasto centenas de bilhões por ano subsidiando meteoros gigantes? Isso é o que vocês estão fazendo agora! Pensem em todas as coisas que poderiam ser feitas com este dinheiro. Em todas as partes do mundo, há pessoas vivendo na pobreza. Vocês não acham que ajudá-las faz mais sentido do que, sei lá… Pagar para que sua espécie inteira morra? Deixe-me ser sincero por um segundo. Vocês têm uma grande oportunidade bem agora, enquanto reconstroem suas economias e se recuperam desta pandemia. Essa é a grande chance da Humanidade! Então, a minha ideia maluca é essa: Não escolham a extinção! Salvem as suas espécies, antes que seja tarde demais. Chegou a hora de vocês, humanos, pararem de inventar desculpas e começarem a promover mudanças. Obrigado.

Aplausos… Fecha o vídeo com as seguintes mensagens em tela: “É agora ou nunca”. “It’s now or never”. “Não escolha a extinção”.

Sempre que vale a pena eu encaminho os vídeos aos amigos, sobretudo aos meus dois filhos. Foi exatamente o que eu fiz com este. O meu filho mais velho fez comentários ao telefone e o mais novo me enviou a seguinte mensagem:

“Sabe o problema? As pessoas só darão importância à beira da extinção, por isso, estão investindo tanto na saída do planeta. Já estão trabalhando pra redução da população. Com a vida menos sacrificante, com a evolução da medicina surge o problema do aumento populacional. Se fizermos uma progressão geométrica veremos que os recursos irão acabar, logo, a solução é o ‘extermínio calculado’. Ninguém quererá abrir mão do conforto por uma vida sustentável. Dê uma olhada em Offgrid living. Já é possível viver bem sem alguns luxos, sem abrir mão do conforto. Tudo é querer. Beijo. Thiago”.

O que estão faltando para a humanidade são choques de realidades. A queda da rede mundial de computadores é um desses choques – imagine se isso acontecer por semanas. Caos total. Por outro lado, há a falsa compreensão de que os recursos do planeta Terra são inesgotáveis, sobretudo para saciar esta geração. E as próximas? Simples. Quando perceberem que as montanhas de dinheiro não são comestíveis, aí então cometerão canibalismo para aplacar a fome; beberão sangue para matar a sede; na falta de puro oxigênio respirarão os gases das queimas dos corpos. Nessa altura Deus terá virado as costas para os seus filhos humanos, enquanto os Anticristos de plantão os aguardarão noutro lugar. Não paro de pensar nisso!

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 1.061 artigos publicados em 16 Categorias. Boa leitura.

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 163 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: