>
Você está lendo...
Polícia e Segurança Pública

O bicho está solto! – 7ª parte

O bicho está solto! – 7ª parte

Não sei se é impressão minha, mas, o fato é que tenho visto pouco policiamento nas ruas da Grande Vitória; parece que os militares estão se limitando aos terminais de ônibus. As Forças Armadas e a Força Nacional de Segurança hoje não têm a mesma visibilidade de há dias atrás. Helicópteros deixaram de sobrevoar os bairros, caminhões e carros de assalto diminuíram as rotas, enfim, temos que reconhecer que as tropas federais não são hóspedes eternos. O povo, que paga sistematicamente os salários de todos os servidores públicos, fica sem garantias diante do quadro de eterna insegurança. Os bandidos, que temporariamente se recolheram nas furnas, sabem que o absoluto respeito à ordem e às leis é coisa fora da sua cartilha – aliás, têm conhecimento que ao cometerem crimes estão no pleno exercício da profissão e acham que até a Justiça os respeita. Será sempre assim, queira você aceitar ou não. Amigos leitores, leiam, abaixo, a Nota da Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Defesa, assinada por Roberto Cordeiro na data de ontem.

Rio de Janeiro, 14/02/2017 – Apesar de o cenário da segurança pública no Estado do Espírito Santo estar em processo de normalização, as Forças Armadas vão ser mantidas por mais alguns dias. O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, durante entrevista coletiva, nesta terça-feira (14), na sede do Comando Militar do Leste (CML), no Rio de Janeiro.

“Nós vamos prorrogar a GLO (Garantia da Lei e da Ordem). O governo estadual ainda precisa de mais uns dias para ter o controle da segurança pública”, afirmou Jungmann.

A autorização para a permanência das tropas federais termina na próxima quinta-feira (16). Segundo Jungmann, agora será feito o planejamento para definir por mais quantos dias as Forças Armadas permanecerão no Estado. “Sempre afirmamos que estaríamos lá pelo tempo necessário para restabelecer a segurança pública”, contou.

O ministro da Defesa recebeu uma avaliação sobre a situação das tropas no Espírito Santo, que se encontram sob jurisdição do CML. Os militares informaram que aumentou consideravelmente a sensação de segurança na população. Dois incidentes foram registrados nas últimas horas referentes à tentativa de atear fogo em ônibus na Grande Vitória.

Ações de repressão

O comando da Operação Capixaba intensificou, nesta terça-feira (14), as ações de repressão, após episódios de violência e ataques a ônibus, ocorrido na Grande Vitória. Para isso, as Forças Armadas estão utilizando viaturas, blindados e mais de 170 homens, tropas especializadas da Marinha e do Exército. Conta ainda com um aparato de inteligência, em parceria com outros órgãos de segurança pública.

Ontem, mais 507 policiais militares se apresentaram para trabalhar. No total, já são 1.743 PMs, que estão de volta às ruas.  Esses homens voltam a atuar em áreas sensíveis da região, permitindo o desdobramento das Forças Armadas e Força Nacional em outras áreas. Desde segunda-feira (13), o transporte público voltou a operar normalmente e as escolas retornaram às aulas. Os setores públicos, como hospitais, poder judiciário e comércio também voltaram a funcionar.

Operação Capixaba

A Operação Capixaba começou na segunda-feira (6), após pedido do governador em exercício Cesar Colnago ao presidente Michel Temer. O decreto Presidencial foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. Na mesma data, o ministro Jungmann esteve em Vitória onde acompanhou de perto as providências para o início da operação.

“Lembro que, naquela segunda, vimos uma cidade fantasma. Não tinha ninguém nas ruas. Nem os peladeiros, que costumam frequentar as praias. No sábado, circulamos por Vitória e Vila Velha, e constatamos a volta à normalidade por parte da população”, explicou o ministro.

A permanência das Forças Armadas no Espírito Santo se dará até que o impasse criado pela PM seja contornado. O aquartelamento da PM se deu a partir do momento em que familiares fizeram bloqueios nas entradas dos batalhões, ação que foi utilizada para que estes policiais não saíssem dos quartéis.

Ação mais contundente do governador licenciado Paulo Hartung está possibilitando o entendimento com parte do efetivo da PM. Segundo avaliação, nesta terça-feira, 920 policiais militares já tinham retomado suas atividades. Mesmo assim, os 3.130 militares das Forças Armadas e da Força Nacional de Segurança Pública permanecerão no território capixaba.

Por Roberto Cordeiro.

Pois bem meus amigos leitores, o governo federal fez a parte dele, agora chegou a vez do governador, já em exercício, Paulo Hartung (PMDB-ES), fazer a sua parte; em seguida a população capixaba fará a parte dela, cumprirá o seu papel. Os cidadãos voltarão a conviver de perto com os seus conterrâneos bandidos armados e asseclas fortificados; as pessoas desprotegidas, de mãos pro alto, implorarão para não levarem um tiro, e de joelhos rezarão por um Deus desconhecido. Mas, não se preocupe povo capixaba, todos nós seremos lembrados nas próximas eleições, seremos convocados a cumprir com a nossa obrigação constitucional, a de votar nos mesmos políticos bandidos, armados com caneta Montblanc, usada para assinar projetos e leis de grande poder destruidor.

O bicho sumiu!

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 779 artigos publicados em 16 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: