>
Você está lendo...
Política

Pergunte aos candidatos presidenciáveis – 4ª pergunta

Pergunte aos candidatos presidenciáveis 4ª pergunta

Às vésperas do primeiro debate na Rede Bandeirantes de TV, acontecido na terça-feira, 26 de agosto de 2014 (22h00min) entre os 07 candidatos a presidente da República (Pastor Everaldo – PSC, Luciana Genro – PSOL, Marina Silva – PSB, Aécio Neves – PSDB, Dilma Rousseff – PT, Levy Fidelix – PRTB e Eduardo Jorge – PV) para a gestão 2015/2018, eu formulei uma série de 20 (vinte) perguntas a serem feitas aos candidatos presidenciáveis, apenas como sugestão, e as encaminhei diretamente à emissora através de e-mail. Abaixo, a título de registro, eu estou reprisando as perguntas e as ratificando neste meu BLOG.

APOSENTADORIA DOS PARLAMENTARES. Segundo o site “jusbrasil”, antes da criação do Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), a aposentadoria dos parlamentares era regida por regras do Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), extinto por Lei de 1997, e que era ainda mais generoso com os parlamentares. Deputados e senadores aposentados pelo IPC eram contemplados com benefício integral ao vencimento dos parlamentares da ativa, mesmo se tivessem atuado por apenas 08 (oito) anos no Congresso. Generosas aposentadorias são concedidas a todos que contribuíram para o extinto Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC) até 31 de janeiro de 1999. Em 2011, primeiro ano de mandato da presidente Dilma Rousseff, os parlamentares que perderam o mandato receberam aposentadorias proporcionais concedidas pelo Congresso Nacional de, no mínimo, R$ 6.900,00, com apenas 50 anos de idade. As aposentadorias, todas dentro da Lei, podiam chegar a R$ 26.723,13, valor correspondente à remuneração dos deputados federais e senadores. Esses valores são de 2011 e hoje devem ser bem maiores. Solicitações de reajustes de benefícios de parlamentares tramitam no Congresso e deverão ser aprovadas.

Pergunta: Senhores candidatos. Por que tanta diferença de tratamento de um parlamentar para um cidadão comum? O trabalho deste último realizado durante 35 anos não vale nada, não é reconhecido pelo governo como deveria? Quem, afinal, paga toda a conta?

Augusto Avlis

Navegue no Blog  opiniaosemfronteiras.com.br e você encontrará 520 artigos publicados em 14 Categorias. Boa leitura.

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: