>
Você está lendo...
Cotidiano

Como parar de fumar

1Toda a pessoa tem o livre arbítrio, sobretudo o fumante. Parar de fumar é um desafio constante e exige vontade própria, ninguém melhor do que o próprio fumante sabe disso. Mecanismos dos mais diversos são colocados à disposição dos “viciados”, até sessões de macumba com direito a banho de ervas sagradas misturadas com folhas de fumo cubano. Concordo que toda a jornada para parar de fumar é diferente, porque depende de vários fatores, entre eles: 1º Cada pessoa é um ser indivisível, portanto, difere uma da outra. 2º Hábitos cotidianos. 3º Influência do meio. 4º Acreditar nas possibilidades. 5º Amor próprio. 6º Pena dos fumantes passivos. Porém, o fator principal para que uma pessoa deixe de fumar ainda é a resolução firmada, a sua determinação dependente somente da vontade do fumante ativo, que possui a faculdade de escolher entre a “cura” ou ficar à mercê do vício por tempo indeterminado. O SUS, Sistema Único de Saúde, oferece apoio aos fumantes que pretendem parar de fumar, disponibilizando profissionais de saúde e oferecendo gratuitamente medicamentos, cujos investimentos na compra desses remédios ultrapassam R$ 22 milhões por ano, com tendência de aumento substancial. Com esse dinheiro, quantos novos leitos hospitalares poderiam ser comprados?

Nenhuma terapia de “reposição de nicotina” terá eficácia se a cessação do tabagismo não for radical, ainda que o fumante sofra de abstinência, irritabilidade, dores de cabeça constantes e dificuldade de concentração nos afazeres. Todo o fumante é mal educado por natureza e usa o cigarro com arma de agressão, aos outros e ao meio ambiente. Se não bastasse isso, ainda reclama do governo quando este deixa faltar os remédios nos postos de saúde dos municípios, como recente reportagem veiculada numa emissora de TV mostrando isso. Os diferentes graus de dependência determinam a recaída, ou não, daqueles fumantes que buscam um tratamento com acompanhamento adequado. Os fumantes, de livre e espontânea vontade, fazem uso do cigarro por anos a fio, e resolvem, de uma hora para outra largar o vício, mesmo com todas as dificuldades. Este vício poderia ter sido evitado se, no passado, não começassem a fumar independentemente do estímulo, todavia, há aqueles que somente pararão depois de mortos e, em sua homenagem, uma inscrição na lápide: “Agora parei de fumar!”. As cidades agradecem, assim como todos os seres vivos que nelas habitam, de modo que por força maior ficarão menos poluídas e livres de um causador contumaz (Ex).

Remédio prescrito por este humilde escritor, recomendando-se uma colher de sopa após o café da manhã e após as principais refeições:

“VERGONHOL”

(Laboratório da Vida)

Augusto Avlis

Anúncios

Sobre augustoavlis

Augusto Avlis nasceu no Rio de Janeiro na metade do século XX. Essa capital foi antes o Distrito Federal e o Estado da Guanabara. Profissionalizou-se em Marketing Operacional e fez parte, como Executivo, de multinacionais do segmento alimentício por mais de três décadas, além de Consultor de empresas. Formado em Comunicação Social, habilitou-se em Jornalismo. Ocupou cargo público como Secretário de Comunicação. Hoje dedica-se às atividades de escritor e cronista.

Discussão

2 comentários sobre “Como parar de fumar

  1. Eu parei de fumar graças ao adesivo de niquitin. Obrigado a quem inventou esse medicamento que me livrou daquela desgraça de cigarro. Obs. Já a dois anos.

    Publicado por André Luiz Domingos | 14/08/2018, 23:12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Digite seu endereço de email para acompanhar esse blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 159 outros seguidores

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: